Caninha santa-mariense corre o mundo

Gelsenkirchen – 20h06 -Bem. Talvez a cachaca (esse maldito cedilha nao existe em alemao. Como o til, aliás)nativa nao corra exatamente o mundo. Mas em terras germânicas, com certeza, faz muito sucesso. A caipirinha, inclusive, é um aperitivo muito apreciado. Até o bebem como água.// Talvez por isso tenha sido tao comemorado o presente que o prefeito Valdeci Oliveira trouxe para Hannover e Gelsenkirchen. Lá, o aquinhoado foi Gerd Wassember – professor da Universidade de Ciências Aplicadas. E, aqui, já recebeu o seu litro especial o reitor da UCA, Peter Schulte. O sorriso que ambos deram foi mais do que eloquente.// Ah, a caninha que receberam foi uma legítima santa-mariense destilada na Vinícola Velho Amancio.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *