Arquivo

Tarso preside o PT, sai do Ministério e é candidato ao governo gaúcho

A indicação de Tarso Genro para presidir o PT Nacional, em substituição a José Genuíno, que renunciou pouco antes do meio dia de hoje, tem no mínimo uma consequência óbvia e outra nem tanto.
      A óbvia é que Genro – que começou sua carreira política em Santa Maria, onde foi vereador – deixará o Ministério da Educação. E, com ele, provavelmente, também a sua equipe – da qual faz parte o professor da UFSM, Ronaldo Mota.
      A nem tanto é que o dirigente petista será mesmo candidato ao Governo Gaúcho em 2006, o que tem negado até aqui, inclusive para Lula. E não tem mentido. Afinal, o Presidente disse que só quer manter no ministério quem não seja candidato no ano que vem. Como Genro continuaria no cargo, não seria candidato. Só que não será mais ministro. Logo, abre-se o caminho para concorrer – inclusive se conseguir, minimamente, melhorar a imagem do partido que passa a presidir e que, hoje, conta com popularidade mais que em baixa.
      Outro fator que pode facilitar o caminho de Tarso Genro rumo à candidatura, inclusive com o apoio do restante do petismo gaúcho, será a continuação (se for confirmada) no primeiro escalão do Governo Federal, dos outros gaúchos potencialmente pretendentes ao Piratini. Tanto Miguel Rossetto (Desenvolvimento Agrário), quanto Olívio Dutra, devem continuar no assessoramento direto a Lula. Mesmo que, no caso de Olívio, talvez em outra função.
      A análise, eu sei, é preliminar. Mas é a que subsiste, neste momento.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo