Arquivo

João Carlos Maciel pode sair do PMDB. Motivo: carência. Só!

Acabo de fazer meu comentário diário na Rádio CDN – o que faço de segunda a sexta, sempre perto das 8 da manhã. Hoje falei sobre a especulação em torno da possível saída do vereador mais votado da cidade, João Carlos Maciel, do PMDB. Em direção não se sabe ainda para onde. E talvez até fique no mesmo lugar.

Também me referi ao desconforto de Luiz Carlos Fort, que estudaria a possibilidade de deixar o PT, pelo qual se elegeu, para… também não se sabe para onde.

Olha, enquanto não for aprovada uma reforma política digna deste nome – o que não acontecerá agora, mais uma vez – teremos conviver com esse tipo de situação. Você vota num homem ou numa mulher, que estão em determinada sigla, e não saberemos se terminarão o mandato no mesmo lugar.

Então, é absolutamente natural – por mais que condenável – que esse tipo de atitude possa ser tomada. No caso específico, não há razões objetivas sendo colocadas pelos possíveis fujões. Exceto, quem sabe, desconforto pessoal, no caso de Fort – descontente com os rumos do PT.

Quanto a Maciel, parece ser o caso de “carência afetiva partidária”, deduz-se da leitura do jornal Diário de Santa Maria de hoje, em que ele reclama que “ainda está no PMDB por causa do “. E reclama da falta de apoio da legenda, “exceto do vereador tubias calil“.

Ora, pelo que se nota, aqui não se está falando de política, mas de carência. Isso mesmo, falta o mimo, o agrado, o elogio. Geeeente! É isso, matei a charada: Maciel está carente de afeto político. O Schirmer, pelas palavras do descontente no DSM pode dar um jeito nisso.

Ou então Vicente Bisogno, do PDT, com quem João Carlos Maciel vai conversar, dará um jeito nisso. E o radialista campeão de votos, assim, num zapt, vira militante do partido do Doutor Leonel.

Não é isso demais, não, para quem entende a política como algo despreendido? Bem, talvez o jornalista ainda não tenha acordado, na hora de fazer o comentário na CDN. E nem agora, quando termina de redigir essa nota.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo