Arquivo

Vale para a Câmara o que vale para Lula

Pedi, ontem, a opinião de um colega jornalista. Queria saber dele o que achara da reportagem publicada pelo Diário de Santa Maria, no final de semana, que tratava do Parlamento. O título da matéria é “O Legislativo está na mira?”. Ao mesmo tempo, gostaria de saber desse companheiro de profissão, seu parecer sobre a nota que aqui publiquei a respeito do tema – releia, para entender melhor, a nota Em discussão, o indiscutível: o Parlamento, que postei neste domingo, dia 7.

Esse profissional, aliás altamente competente, se mostra desiludido. Reconhece o óbvio: “infelizmente, o Legislativo, de um modo geral, entrou numa fase de completa desmoralização… e desmoralizado em todos os partidos.” Mas foi além o colega, e, não nego, me estarreceu: “Temos que defender o Legislativo, mas se fechasse hoje, ninguém ia sentir falta”.

Geeente!!! Olha só como está a instituição baluarte da democracia. Um sujeito bem informado, e no caso com posições indiscutivelmente democráticas, se apresentando completamente desesperançado com a forma de fazer política dos nossos vereadores. E, atenção: não é ninguém do “povo”, assim entendida a camada mais pobre e desinformada da população. Mas um formador de opinião.

Eu, que defendo com unhas, dentes e palavra (escrita ou falada), o Parlamento como instituição, me preocupo profundamente com o que falou o colega. Até porque, imagino, isso possa ser um pensamento corrente entre a classe média (da qual os leitores desse site fazem parte) e que, de repente, se entenda que “ninguém vai sentir falta” da própria Câmara de Vereadores. E tudo por culpa única, exclusiva, do desempenho e comportamento políticos dos parlamentares que eu, você, nós elegemos. E podemos deseleger, com certeza.

A sorte (?) do Legislativo santa-mariense (e do Parlamento em geral) é a mesma do Lula. É a classe média que está “p. da vida” com ele. E não os menos aquinhoados e, inclusive por isso, menos informados. Mas é bom tomar cuidado: se a onda se espraiar, Lula vai para o beleléu. E os nossos vereadores também. Talvez eles devessem prestar atenção a isso, em vez de investir contra a opinião alheia.

E escrevo isso não por eles, que, afinal, podem ser escorraçados pelo eleitor, dentro de dois anos e pouco. Mas pela instituição parlamentar que estão maculando, ao agir de forma individualista, sem pensar no conjunto, na coletividade.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo