Arquivo

Quase 3 acidentes com motos por dia. Por quê?

O jornal A Razão noticia nesta terça-feira, mais dois acidentes envolvendo motocicletas. Ambos ocorridos em rodovia, no caso, a RST 287, a Faixa Nova para Camobi. E nos dois houve feridos, os motociclistas. Somados aos ocorridos no final de semana, registrados pelo jornal, são 11 acidentes em três dias. Mais de três por dia, em média. Não é pouco. E mais: é regra, segundo as autoridades de trânsito.

Quais as causas que levam ao número crescente de incidentes envolvendo motocicletas que, inclusive por seu porte, e na comparação com os veículos de quatro portas, invariavelmente provocam lesões em seus condutores? Uma boa pergunta, que a reportagem assinada pela jornalista Letícia Rodrigues tenta responder. Confira:

”Por que há tantos acidentes com motos na cidade?
Só durante o final de semana foram nove. Ontem pela manhã, mais dois. Em todos, havia motos envolvidas

Na manhã de ontem, foram registrados mais dois acidentes de trânsito envolvendo motocicletas em Santa Maria. Somando os nove registrados no final de semana, como mostrou a matéria de A Razão ontem, foram pelo menos onze em apenas três dias, o que dá uma média de mais de três acidentes com esse tipo de veículo por dia.

Os dois acidentes de ontem foram na RST-287, no Km 246, a poucos metros de distância um do outro e com diferença de 10 minutos. O primeiro ocorreu às 8h15, quando o pneu da motocicleta placa IJT 2912 estourou e o condutor, de 36 anos, veio a cair. Ele teve lesões na cabeça e foi levado ao Hospital Universitário de Santa Maria.

O segundo foi às 8h25 e envolveu um Ford Ka, placas IMN 6149, e a motocicleta placa INE 1325. Segundo a Polícia Rodoviária Estadual, o carro colidiu na traseira da moto. A presença da cerração e do acidente que já tinha ocorrido podem ter sido as causas da colisão. O condutor da moto, um militar de 20 anos, teve lesões leves e foi levado também para o HUSM. O condutor do carro, de 34 anos, não se feriu.

Segundo o comandante da 2ª Companhia Rodoviária da Brigada Militar, major Wladimir Comasseto, os dois acidentes ocorridos ontem ilustram o grande número de acidentes envolvendo motocicletas nas rodovias estaduais atualmente. Para ele, há duas causas para os acidentes.

A primeira é que, em geral, o condutor da moto não está adaptado para as condições do veículo e não observa as regras de segurança. “Eles deveriam obedecer a velocidade, a distância mínima entre os veículos e não ficar ziguezagueando entre os outros carros”, argumenta.

A segunda diz respeito aos condutores de outros veículos e pedestres, que não avaliam corretamente a distância da moto. “Geralmente, eles têm a impressão de que a motocicleta está mais longe do que realmente está”, diz o comandante.

O mesmo fenômeno pode ser observado nas rodovias federais de Santa Maria. De acordo com o comandante da 9ª Delegacia de Polícia Rodoviária Federal, inspetor Antônio Jair da Silva, já houve vários acidentes envolvendo motos este ano, principalmente nos cruzamentos e na zona urbana.

“A maioria dos motociclistas comete infrações de trânsito e não está habituado a andar nas rodovias que têm intenso tráfego de veículos”, afirma o inspetor, acrescentando que muitos dos acidentes, envolvendo motos e caminhões, ocorreram de abril a junho, durante o período de safra.

Consequências – As vítimas dos dois acidentes ocorridos ontem foram socorridas pela Equipe de Resgate do Corpo de Bombeiros. E são as ocorrências atendidas pela equipe que dão a…”


SE DESEJAR ler a íntegra da reportagem, pode fazê-lo acessando a página do jornal na internet, no endereço www.arazao.com.br.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo