Arquivo

Aids. Cem exames por mês; oito soropositivos

A Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (AIDS, da sigla em inglês) foi descoberta no início dos anos 80. À beira de completar 30 anos de existência formal, digamos assim, a doença já matou milhões de pessoas no planeta.

De lá para cá, a cura não foi descoberta, nem há indícios de que isso ocorra proximamente. No entanto, o tratamento aos doentes, e sobretudo a sobrevida deles ampliou-se tanto que já há cientistas que prevejam a possibilidade de a AIDS tornar-se algo como uma doença crônica. O diabetes seria o seu similar, neste aspecto.

No entanto, a parte os esforços da ciência, é importante trabalhar no esclarecimento e na prevenção. O que se alastrou, nos últimos tempos, inclusive no Brasil. São vários os esforços nesse sentido empreendidos por instituições públicas ou não. E, também, aumentou muito o número de locais específicos para o atendimento de doentes (ou não) de AIDS.

Em Santa Maria, por exemplo, há um serviço, oferecido pela prefeitura, que faz testes gratuitos, e garantindo o sigilo aos pacientes (ainda muito discriminados pela sociedade, lamentavelmente), para detectar o vírus HIV. E é nesse trabalho que surgem as estatísticas. São cerca de 100 testes feitos a cada mês. E dois ou até três casos por semana, diagnosticados. O que daria um mínimo de oito casos por mês, em média.

A respeito desse serviço, o jornal A Razão está publicando, nesta segunda-feira, reportagem especial assinada por Elisa Pereira. Vale a pena ler:

”Pelo menos dois casos de Aids por semana
Serviço oferecido pela Prefeitura tem diagnosticado de dois a três novos casos da doença por semana

Desde o início deste mês, o Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA), serviço municipal que realiza testes gratuitos e sigilosos de HIV/Aids, está sediado em novo endereço, na Rua Treze de Maio, n° 35. No local funciona a Casa Treze de Maio, que com a mudança passou a centralizar as políticas públicas de prevenção e tratamento de Aids e Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST’s) oferecidos pela rede municipal.

A decisão de unir os dois serviços em um mesmo lugar tem por objetivo agilizar as ações e garantir mais resolutividade no atendimento prestado à população. Anteriormente, o CTA funcionava no Centro de Diagnóstico e Atenção Secundária (Cedas) e o Centro de Atendimento as DST’s na Casa Treze de Maio, onde também já estava instalado o Programa de Redução de Danos e o Programa destinado aos Profissionais do Sexo.

Conforme a enfermeira Antônia Silveira de Oliveira, que há cinco anos trabalha no CTA, são realizados em média 100 testes de HIV/Aids por mês, ou seja, cerca de cinco por dia. “Não temos dados oficiais mas pelo acompanhamento do dia-a-dia notamos que a cada semana são diagnosticados de dois a três novos casos de pessoas soropositivas”, afirma. A profissional de saúde salienta que devem se submeter ao exame todas as pessoas que pelo menos uma vez tenham se exposto a uma situação de risco, isto é, feito sexo sem usar preservativo.

Os testes acontecem todas as manhãs, de segundas às sextas-feiras, a partir das 8h, e também às quartas-feiras, a partir das 18h, mediante agendamento prévio na própria Casa Treze de Maio ou pelo telefone 3223-7038. Além de gratuito e sigiloso, o exame também pode ser anônimo caso a pessoa prefira não se identificar.

Antes de realizar o teste, o interessado participa de uma sessão de aconselhamento, espécie de palestra coletiva ou individual na qual são repassadas dicas de prevenção e esclarecidas dúvidas sobre a Aids. O resultado do exame demora cerca de 10 dias e quando positivo é feito um segundo teste, em Porto Alegre, para confirmação do diagnóstico.

Detectada e confirmada a presença do vírus HIV, o paciente é encaminhado para dois outros exames no Hospital Universitário de Santa Maria, para medição da carga viral e da imunidade do organismo. “Ser soropositivo não significa estar doente de Aids. Às vezes as…”


SE DESEJAR ler a íntegra da reportagem, pode fazê-lo acessando a página do jornal na internet, no endereço www.arazao.com.br, ou na versão impressa, nas bancas nas primeiras horas desta segunda-feira.

ATENÇÃO


1) Tua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo