Cidade. Transporte coletivo urbano de Santa Maria tem qualidade, diz pesquisa feita pela UFSM

Mais de 87% dos usuários de ônibus urbano, em Santa Maria, consideram o serviço bom ou ótimo. Chega a 93% o índice de satisfação com o trabalho dos motoristas, e passa de 90% a satisfação de quem se utiliza do transporte coletivo, no que toca ao cumprimento de horários.

Esses são alguns dos resultados da pesquisa feita, sob encomenda da Expresso Medianeira, pelo Núcleo de Pesquisas e Estudos em Administração (Nupead), instituto vinculado à Universidade Federal de Santa Maria. Foram consultados, para a elaboração do trabalho, 400 usuários agora em setembro.

Diante dos números, é possível concluir, por óbvio, que a grande discussão, sobre o transporte coletivo urbano na cidade, se dá em torno do preço da tarifa. E não em função da qualidade do serviço, que é claramente reconhecida.

Os números da pesquisa são publicados com exclusividade em reportagem da edição deste final de semana do jornal A Razão. Vale a pena conferir todos os resultados, e a opinião, entre outros, das empresas e da prefeitura municipal. Por isso, reproduzo o texto, parcialmente, a seguir:

”Transporte com 87% de aprovação
Pesquisa da UFSM aponta o índice de satisfação dos usuários do sistema de transporte coletivo urbano de SM

Pesquisa realizada pelo Departamento do Núcleo de Ciências Administrativas, através do Núcleo de Pesquisas e Estudos em Administração (Nupead) da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) revela que mais de 87% da população considera bom ou ótimo os serviços prestados pelas concessionárias do transporte coletivo urbano de Santa Maria. A pesquisa foi encomendada pela empresa Expresso Medianeira, reconhecida nacionalmente como a melhor empresa do setor no país, e realizada entre os dias 14 e 21 de agosto.

Ao todo, foram consultados 400 usuários das linhas de ônibus da cidade, que opinaram sobre o grau de satisfação, o relacionamento com os cobradores e motoristas, cumprimento de horários e a limpeza e conservação da frota, entre outros pontos. Os números foram comparados com os índices levantados durante os anos de 2004 e 2005 e demonstram o crescimento da satisfação dos usuários com relação aos serviços prestados pelas concessionárias.

O levantamento também aponta que mais de 90% dos usuários consideram que nas empresas cumprem com os horários da grade do sistema. A satisfação também pode ser medida no que se refere ao relacionamento dos transportados com os motoristas dos ônibus. Mais de 94% dos entrevistados estão satisfeitos ou totalmente satisfeitos com os serviços prestados pelos condutores dos veículos. A limpeza e o estado de conservação da frota também teve o índice de satisfação medida pela pesquisa. O levantamento apontou que mais de 70% dos usuários estão satisfeitos ou totalmente satisfeitos no que se referem à manutenção dos ônibus que circulam pela cidade.

O presidente da Associação dos Transportadores Urbanos (ATU) de Santa Maria, Edmilson Gabardo, afirma que o resultado da pesquisa mostra a crescente preocupação das empresas concessionárias não só na qualidade do serviço prestado, mas também no que se refere aos constantes investimentos realizados, em especial, na manutenção da frota e no treinamento do pessoal.

“A população está satisfeita com o serviço prestado e e isso mostra que toda a discussão realizada no Conselho Municipal dos Transportes (CMT) não se dá em cima da qualidade e sim do preço da passagem”, ponderou Gabardo.

Segundo ele, a questão do preço da passagem só vai melhorar para o usuário quando as autoridades aceitarem sentar à mesa e discutir algumas gratuidades e descontos que hoje são bancados pelos empresários que compram vale-transporte os e usuários regulares do sistema.

O prefeito em exercício, Werner Rempel, afirmou que ainda não teve acesso à pesquisa realizada pela UFSM e que portanto, ficaria difícil opinar sobre os resultados. “Mas a primeira impressão é de que os resultados são muito bons para a cidade”, comentou. Werner lembra que a Prefeitura rotineiramente costuma realizar pesquisa para análise interna sobre os serviços concessionados. “ As reclamações existem, como em qualquer setor. Mas os resultados têm sido satisfatórios”, disse o prefeito em…”


SE DESEJAR ler a íntegra da reportagem, pode fazê-lo acessando a página do jornal na internet, no endereço www.arazao.com.br, ou na versão impressa, disponível nas bancas nas primeiras horas deste sábado.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *