Confronto. Lula e Alckmin, que nada. O que interessa, mesmo, é ver o debate Feijó x Jussara

Estão marcados dois debates entre os candidatos à presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva e Geraldo Alckmin. O primeiro deles acontece já nesta segunda-feira, na Record (em Santa Maria, TV Pampa, canal 4, em sinal aberto, ou 9, na Net – por assinatura). E o segundo e último na sexta, dia 27, na Globo (aqui, RBS-TV, canal 12, tv aberta, ou 13, por assinatura).

No entanto, depois do ringue em que se transformou a Bandeirantes, há duas semanas, e da mornice da última segunda-feira, no SBT, fatos combinados com a ascensão fulminante de Lula nas pesquisas, o confronto presidencial, pelo menos no que toca ao Rio Grande do Sul, de certa forma passou a segundo plano.

Curiosamente, a inflação de debates entre os candidatos ao Piratini, Yeda Crusius e Olívio Dutra, também acabou cansando o eleitor-espectador, que já sabe de cor e salteado o que cada um vai perguntar e o outro responder, e vice-versa. No entanto, a redução, ainda que pequena, da distância que separa a primeira do segundo, mantém acesa a chama da discussão entre o politizado eleitorado do Rio Grande.

É por todos esses fatores somados, e mais algum que me foge à memória, que o grande interesse da semana final da campanha se volta para três debates. E não entre os titulares, mas os segundos. Sim, há muita expectativa em torno dos confrontos marcados entre o vice de Yeda, o empresário sem papas na língua Paulo Feijó, que contrange a tucana com sua posição eleitoralmente negativa de privatizar o que lhe vier pela frente, especialmente o Banrisul; e a vice de Olívio, a comunista do B, Jussara Cony. São dois políticos que gostam de debater. E pode ser o grande ibope da semana na TV, entre os gaúchos.

Para quem quiser acompanhar, são três os encontros marcados entre hoje e o meio da semana. Um por dia, para ser mais exato. São esses:

Neste domingo, 9 da noite, na Bandeirantes (aqui, só na TV aberta, canal 10);

Segunda-feira, 9 e meia da manhã, no programa Polêmica, da Rádio Gaúcha (em Santa Maria, Rádio CDN); e

Terça-feira, no Conversas Cruzadas, 10 e meia da noite, na TV Com (aqui só disponível em TV por assinatura, no canal 36, da Net).

Como escrevi no sábado, em A Razão, na coluna Observatório, e que reproduzi aqui mesmo (vai logo mais abaixo e, se desejar, releia a nota Coluna Observatório. “Sonho de consumo”), os petistas chegam a sonhar com os debates entre Jussara e Feijó. Não dizem de público mas, no fundo, está nesses entreveros o último fio de esperança de uma virada histórica. No entanto, embora possam se preocupar, os tucanos não acreditam que Feijó faça feio – embora a sua opinião decididamente pouco simpática a importante parcela do eleitorado nativo que, decididamente, não é favorável à privatização, especialmente do Banrisul.

De qualquer forma, para quem gosta de debate, essas três rodadas entre a dupla de vices são imperdíveis. E podem marcar a última semana de campanha.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *