Arquivo

Ok, ok, ok! Alguém aí acredita que Rigotto não vai meeeeesmo participar do futuro governo?

Eu não. Ao contrário, tenho convicção (certeza é com Ele, não comigo) de que o ainda governador dos gaúchos, Germano Rigotto, vai ocupar função relevante no próximo mandato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O quê, não sei.

Menos ainda consigo imaginar como reagirão os outros gaúchos do PMDB, especialmente aqueles claramente anti-lulistas (até aqui, ao menos), como o deputado Eliseu Padilha, que pretende tomar conta da direção da seção gaúcha do partido. Mas desconfio que Rigotto tenha suficiente habilidade para contornar os obstáculos. E, de inhapa, ainda cumprir papel de aglutinador das coisas peemedebistas em nível federal. Bem, é o que penso, ao menos.

Agora, veja se não tenho razão em acreditar no que escrevi acima: nesta quinta-feira, o próprio Rigotto deu pistas evidentes de que tudo pode acontecer. Inclusive ele virar ministro. Leia a reportagem publicada pelo portal de notícias ClicRBS, com informações adicionais da Agência Brasil e da rádio Gaúcha (aqui, rádio CDN), e que muito provavelmente serão notícia também nos jornais desta sexta. Depois, tire tua própria conclusão. Confira:

”Rigotto vai a Brasília e anuncia apoio a Lula
Governador do RS disse que poderá ajudar na aprovação da reforma tributária

O atual governo do Rio Grande do Sul, Germano Rigotto (PMDB), foi a Brasília e anunciou apoio ao segundo mandato de Luiz Inácio Lula da Silva. Rigotto defendeu um acordo de coalizão com a participação do PMDB na administração federal. Para o governador gaúcho, a coalizão deve iniciar por questões programáticas, como a reforma tributária e o repasse de recursos da Lei Kandir a Estados exportadores.

O governador afirmou que a ocupação de ministérios pelo PMDB seria uma conseqüência natural. O governador gaúcho admitiu ainda que poderá auxiliar Lula, ajudando na aprovação da reforma tributária.

Rigotto também entregou ao ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, a carta-consulta do Programa de Apoio à Integração Rodoviária do Rio Grande do Sul, que prevê financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para obras de pavimentação em 118 municípios gaúchos sem ligação asfáltica e para conclusão de estrada estadual no Vale do Rio Pardo.

Ao deixar o ministério, o governador disse que se trata, na verdade, da reapresentação de um projeto anterior, reformulado por solicitação do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Os recursos pleiteados agora fazem parte do projeto BID 2, que vai destinar US$ 300 milhões para rodovias e US$ 150 milhões para investimentos nas áreas de saúde e educação.

Rigotto visitou também o ministro da Fazenda, Guido Mantega, com quem conversou sobre a necessidade de alongamento do prazo para pagamento do financiamento anterior, referente ao BID 1. Depois, Rigotto e comitiva…”


SE DESEJAR ler a íntegra da reportagem, pode fazê-lo acessando a página do ClicRBS na internet, no endereço http://www.clicrbs.com.br/clicnoticias/jsp/default.jsp?uf=1&local=1&tab=00002&newsID=a1341520.htm&subTab=235.

ATENÇÃO


1) Tua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo