Arquivo

Transporte coletivo. Pente-fino nos 28 mil casos de isenção ou subsídio nas tatifas urbanas

A existência de fraude, ainda sob processo de investigação, num caso de passagem escolar (paga pela metade) está levando a uma verdadeira devassa em todos os 28 mil benefícios concedidos em Santa Maria. Desses, 25 mil são tarifa estudantil, e o restante gratuidades. Quem conta essa história é o editor de A Razão, José Mauro Batista, em reportagem que o jornal está publicando hoje. Confira:

”Fraude leva a devassa
no transporte coletivo

Empresários do setor vão checar se os 28 mil benefícios existentes na cidade estão regulares

Um inquérito policial em andamento e cerca de 28 mil benefícios (25 mil meia-passagens estudantis e cerca de três mil gratuidades) sob suspeita em Santa Maria. Essa é a situação envolvendo a concessão de passagens subsidiadas no sistema de transporte coletivo urbano da cidade depois que a Associação dos Transportadores Urbanos (ATU) descobriu uma suposta fraude envolvendo um funcionário da Escola Estadual Manoel Ribas (Maneco).

Ontem, o delegado do 1º Distrito Policial (1o DP), Vladimir Urach, confirmou a abertura de inquérito para investigar se um servidor estadual lotado no Maneco obteve o benefício da meia-passagem de forma irregular. A suposta fraude foi registrada no último dia 16 pela ATU. Um dia depois Urach começou a investigação. Ele está aguardando novas informações da ATU, já que há suspeita de mais casos semelhantes. Segundo a denúncia anônima que levou a ATU a registrar queixa, o funcionário se passou por estudante do programa Educação de Jovens e Adultos (EJA), mas não estaria freqüentando as aulas.

Somente no Maneco seriam cerca de 300 casos sob suspeição. “Nos passaram uma listagem de matrículas, mas as informações não estão batendo com as declarações. Estamos verificando caso a caso”, informou ontem o presidente da ATU, Edmilson Gabardo. Os atestados de matrícula estariam irregulares. Na cidade, há 25 mil pessoas cadastradas como…”


SE DESEJAR ler a íntegra da reportagem, pode fazê-lo acessando a página do jornal na internet, no endereço www.arazao.com.br.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo