Arquivo

Partilha. PMDB terá 30 cargos de confiança entre os principais postos do governo gaúcho

São exatamente três secretarias, 11 em estatais (das quais pelo menos duas presidências, no Banrisul e na Corsan), 13 em Conselhos e 13 Coordenadorias Regionais. Isso significa exatamente 15,1% dos cargos principais disponíveis no novo Governo do Estado – confirmando, exceto a casa decimal, o que a coluna Observatório, que assino aos sábados em A Razão, e que publico aqui no mesmo dia, informava no último dia 13 (vai ao calendário e releia, se desejar).

O acerto foi feito na segunda-feira entre os negociadores do governo Yeda Crusius e repassado ao partido pelo chefe da Casa Civil, o peemedebista Luiz Fernando Záchia. Na reunião em que foi comunicado o acordo, um dos integrantes do diretório, o santa-mariense Cezar Schirmer fez duas sugestões, como critérios a serem adotados pelo partido na indicação dos nomes para ocupar os cargos. Uma delas é a valorização dos partidários que pretendam concorrer no futuro. Mmmmmm….

Para saber mais detalhes da participação do PMDB na administração estadual, convém ler o que o próprio partido divulga, em sua página na internet. Acompanhe:

”PMDB será o segundo partido com mais espaço no governo

No encontro do diretório estadual o chefe da Casa Civil do governo do Estado, Luiz Fernando Záchia, apresentou aos peemedebistas os critérios das indicações para a ocupação de cargos no Executivo estadual. O PMDB será o segundo partido com mais espaço no governo, com 15,1% dos cargos, ficando atrás apenas do PSDB, que terá 37,1%. A princípio ocupará 13 cargos em coordenadorias regionais, 13 em conselhos, 11 em estatais, além das três secretarias (Casa Civil, Saúde e Habitação).

Záchia destacou ainda que os critérios para definir o espaço de cada partido foram determinados pela representação política de cada um. Por cargo, devem ser encaminhados dois nomes, acompanhados dos respectivos currículos. A vaga só será preenchida com o consentimento da governadora Yeda Crusius e do secretário da área específica. Será exigido curso superior aos indicados para cargos de presidente e de diretores. Segundo o chefe da Casa Civil, outro critério da governadora para as indicações seria fidelidade ao seu projeto de governo.

Presente ao encontro do diretório estadual, o deputado federal Cezar Schirmer recomendou que a direção do partido acrescente mais dois critérios para indicação: fidelidade ao PMDB e valorização dos peemedebistas que pretendem candidatar-se no futuro… “


SE DESEJAR ler a íntegra da notícia, pode fazê-lo acessando a página do PMDB-RS na internet, no endereço http://www.pmdb-rs.org.br/noticias_pmdb.php?id=7649.

Artigos relacionados

ATENÇÃO


1) Tua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo