Arquivo

É “troco”! Prefeitura tem R$ 172 milhões na rua. É o total da dívida dos contribuintes de SM

Para ser exato: R$ 171.975.991,46.  Esse é o valor total da dívida dos contribuintes santa-marienses para com o município. Isso significa algo como 78% do orçamento anual previsto para 2007: R$ 220 milhões. É dinheiro que não acaba mais, proveniente de tributos e taxas e serviços públicos em geral não pagos. Seria suficiente para melhorar bastante as finanças municipais – bem mais do que apenas administrável ou “sob controle”, como disse o prefeito Valdeci Oliveira, em entrevista coletiva na última sexta-feira.

 

É exatamente para descobrir como tornar possível receber pelo menos parte dessa dinheirama, que o prefeito nomeou uma comissão especial, composta de secretários pesos-pesados da administração. Obviamente, o coordenador do trabalho é o atual secretário de Finanças, Genil Pavan, que assumiu o cargo anteontem, em lugar de Roberto da Luz Júnior, que se demitiu há duas semanas.

 

O jornal A Razão está publicando reportagem a respeito em sua edição de hoje. Nela, Pavan vala, por exemplo, que municípios outros, do porte de Santa Maria, tem situação mais confortável em termos de arrecadação. E admite a possibilidade de reduzir despesas “em alguma área”. Mas descarta aumento de impostos. Será? De qualquer forma, é interessante ler sobre as medidas que a administração está tomando, a respeito dessa situação. Confira:

 

“Dívidas de contribuintes passam de R$ 170 milhões

Prefeitura formou comissão especial para qualificar arrecadação do município

 

Assim como o dinheiro pode ser a salvação de alguns problemas, pode ser a maldição de outros. Enquanto a Prefeitura tenta arrecadar dinheiro para utilizar em serviços e necessidades públicas, a dívida dos contribuintes chega a mais de R$ 171 milhões. Esse valor equivale a quase 80% de todo o orçamento de 2007 do município que é de R$ 220 milhões.

 

Para tentar melhorar a arrecadação em Santa Maria, a Prefeitura montou uma equipe que vai trabalhar na qualificação da adimplência dos contribuintes. Nessa equipe, constam nomes fortes do poder público municipal: Genil Pavan, Paulo Ceccim, Werner Rempel e Ivo Cassol Junior.

 

O trabalho deles foi iniciado ontem e deverá durar 30 dias. O que eles farão será uma avaliação e um diagnóstico a respeito de tudo o que a Prefeitura tem para receber de sua arrecadação nos últimos três a cinco anos. Com essa análise em mãos, vão…”

 

SE DESEJAR ler a íntegra da reportagem, pode fazê-lo acessando a página do jornal na internet, no endereço www.arazao.com.br, ou na versão impressa, nas bancas desde as primeiras horas desta quarta-feira.

 

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo