Arquivo

Barnabés. Proposta de reajuste, que não muda, vai agora para análise da Câmara de Vereadores

Uma última reunião entre representantes da prefeitura e dos servidores (municipários e docentes) não determinou mudança na proposta feita pelo executivo. Foram oferecidos 8,44% (3,14% de inflação e o restante considerado como reposição de perdas) divididos em três parcelas. A primeira em agosto, retroativa a março, de 3,14%.

 

A partir de agora, o próximo passo da prefeitura será o envio do projeto para análise da Câmara de Vereadores. Já a liderança dos docentes, reunida no Sinprosm, o sindicato da categoria, se considera decepcionada, segundo material enviado aos veículos de comunicação. E pretende promover nova assembléia geral na semana que vem.

 

Para saber o ponto de vista da Prefeitura e também o dos docentes, reunidos em torno de sua entidade de representação, reproduzo a seguir as duas notas divulgadas. Inicialmente, a do Executivo. Logo em seguida, o que disse o Sinprosm, por sua assessoria de imprensa. Confira:

 

“Prefeitura enviará proposta de aumento de servidores para Câmara nos próximos dias


Durante a tarde desta segunda (16) foi realizada uma reunião entre Prefeitura, Sindicato dos Municipários e Sindicato dos Professores Municipais, onde o Executivo confirmou que nos próximos dias estará encaminhando para a Câmara de Vereadores para análise a proposta de reajusta salarial dos servidores. Os índices oferecidos pela Prefeitura são de 8,43%, sendo 3,14% retroativos ao mês de março. Os 5,2% restantes seriam divididos em duas parcelas, uma delas reajustando o salário a partir de setembro e outra a partir de janeiro de 2008.

Segundo o Vice-Prefeito e Secretário Geral de Governo, Werner Rempel, a vinculação da parcela de janeiro junto às férias dos servidores é um assunto que ainda será discutido. Também participaram da reunião os Secretários de Administração e Desenvolvimento Humano, Dionízio Kuchinski, e de Educação, Carlos Pires.

A proposta, além de recuperar a inflação de 2006 que foi de 3,14%, representa também a retomada das perdas salariais da categoria relativas ao ano de 2004. O reajuste, que terá um impacto de R$ 2,4 milhões em 2007 e de R$ 7 milhões em 2008, é um dos maiores do estado, ultrapassando inclusive o de cidades de maior porte que Santa Maria.”

 

 

O QUE DIZ O SINPROSM:

 

“Executivo decide manter sua última contraproposta de reposição salarial e decepciona professores municipais

 

Depois do ato público organizado pelo Sindicato dos Professores Municipais de Santa Maria – Sinprosm, na quarta-feira passada, com o objetivo de obter uma resposta do Executivo Municipal referente a contraproposta dos professores municipais, foi agendada uma reunião para que o mesmo apresentasse a sua resposta aos professores.

 

Esta reunião, realizada hoje (segunda) à tarde, mais uma vez decepcionou a Comissão que representa os professores, pois além do Executivo não ter considerado sua última contraproposta, respondeu que irá manter a proposta dos 3,14% retroativos a março, e o restante (5,30%) em duas parcelas, a primeira no mês de setembro de 2007 e a segunda no mês de janeiro de 2008.

 

Os professores haviam entregado, na última semana, a contraproposta que foi aprovada na Assembléia realizada no dia 04 de julho, de 8,44%, destes 5,80% devem ser repostos na folha do mês de agosto, retroativos a março, e o restante (2,64%) seja reposto em janeiro de 2008, desde que incidam nas férias.

 

Diante da posição negativa do Executivo quanto a contraproposta dos professores, os mesmos realizam uma Assembléia Geral, na próxima quarta-feira, dia 18 de julho, às 16h30min, no clube Caxeiral, para decidirem quais serão os próximos passos da categoria.”

 

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo