Arquivo

Coluna Observatório. “O fator José Farret incomoda o frentão”

O candidato é um. Mas

e quem disse que o

outro não poderá ser?

 

O sonho da maioria, ou até quem sabe da totalidade, dos oposicionistas da boca do monte é articular uma chapa capaz de derrotar o candidato governista em 2008. Essa, porém, é a única, digamos, unanimidade. Quando se sai do geral para o particular, começam os problemas. Que, se não superados, dificilmente permitirão que a aspiração comum se torne realidade.

 

Para começar, o nome supostamente mais forte, é Cezar Schirmer. Pela densidade eleitoral e, sobretudo, por seu partido, o PMDB – de longe, o maior do Frentão. E eis a primeira, e grande, questão a ser ultrapassada. No entanto, esse fato só é óbvio para quem está observando à distância,

 

Na verdade, se o frentão se viabilizar, isto é, se os dirigentes signatários das primeiras articulações se mantiverem unidos e PMDB, PP, PPS, DEM e PSDB marcharem juntos, quem diz que o candidato preciiiisa ser Schirmer? Hein? Isso mesmo; há outras ambições, igualmente legítimas, em jogo.

 

No meio desta semana, uma importante liderança com assento nas reuniões que tratam da superaliança de oposição, confidenciou ao colunista aquilo que a todos parece ser o principal óbice ao entendimento. Ninguém está muito preocupado com os movimentos de Jorge Pozzobom, de resto também cobertos de legitimidade. O busilis é José Haidar Farret. E, por conseqüência, o PP. Temem, e isso o interlocutor da coluna não disse, mas é perfeitamente possível supor, que Farret (o único do PP que tem votos suficientes para bancar uma tentativa séria de candidatura à Prefeitura) possa se unir ao presidente tucano. Ou a outro partido. Ou mesmo a… É. Pois é.

 

Como se percebe, não obstante as reuniões (e houve outra importante, nesta quinta-feira – ela seria, mas a coluna não pode confirmar, na casa de um(a) possível candidato (a) a vice) habituais e cada vez mais freqüentes, ainda há um longo caminho a ser percorrido.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo