Arquivo

Estratégia. Yeda colhe apoio de prefeitos, inclusive da oposição, para o pacotaço. E Valdeci?

Aparentemente, está dando certo a estratégia de Yeda Crusius, para tentar a aprovação do “Plano de Recuperação Econômica”, pela Assembléia Legislativa. A governadora resolveu investir nos prefeitos. Nesta segunda-feira esteve em Passo Fundo e Erechim. Na quarta-feira vai a Bento Gonçalves e Caxias e, no dia seguinte, se dirige ao noroeste do Estado, em Santa Rosa.

 

Afinal, na ótica do Palácio Piratini, e nos números, as comunas também acabarão beneficiadas com o aumento das alíquotas do ICMS. Parte importante do tributo volta para os municípios. O que ajuda a explicar que mesmo prefeitos de oposição se mostrem, no mínimo, simpáticos ao pacotaço do governo.

 

É verdade que houve protestos, por exemplo, dos professores estaduais. Mas tanto em Erechim quanto em Passo Fundo, no norte gaúcho, a Chefe do Executivo não tem do que se queixar. Muito pelo contrário, como mostra reportagem distribuída pela assessoria de imprensa do Governo do Estado. A seguir, você lê esse material. E, lá embaixo, uma impertinenciazinha claudemiriana – no que toca a Santa Maria. Confira:

 

“Yeda recebe apoio dos prefeitos de Erechim e Passo Fundo ao Plano de Recuperação

 

Ao apresentar em Erechim o Plano de Recuperação do Estado, na tarde desta segunda-feira (22), a governadora Yeda Crusius recebeu manifestações de apoio vindas de lideranças da região do Alto Uruguai.

Para o prefeito da cidade, Elói Zanella, enquanto o Estado não restabelecer o seu equilíbrio econômico, os municípios também não terão capacidade para investir.

“É importante que primeiro o Estado readquira essa capacidade para que ela se estenda aos municípios”, disse o prefeito, afirmando ainda que pela primeira vez um governo está fazendo a lição de casa nesse sentido. Zanella ressaltou que só pode cobrar direitos quem participa cumprindo também obrigações. “E nós vamos fazer a nossa parte e cumprir a nossa cota de sacrifício para que possamos ter o direito de cobrar.”

Pela manhã, o prefeito de Passo Fundo, Airton Dipp, já havia manifestado à governadora sua disposição de apoiar e ajudar o Executivo estadual na campanha pela total recuperação das finanças públicas.

Em Erechim, a reunião na qual a governadora e sete secretários de Estado detalharam o Plano de Recuperação do Estado teve aproximadamente de três horas de duração e lotou o auditório da Associação Comercial, Cultural e Industrial do município.

“Trata-se de um programa de recuperação da autonomia do Rio Grande do Sul frente a uma terrível realidade financeira que só se intensificou”, avaliou a governadora, na presença de vice-prefeitos e secretários municipais da região do Alto Uruguai, vereadores, lideranças empresariais e sindicais, servidores públicos e representantes de diversas entidades de classe, e do presidente da Câmara Municipal de Erechim, Ernani Coelho Mello.

Solução para o déficit
Assim como o prefeito, o presidente da Associação Comercial, Cultural e Industrial de Erechim, Jacir Delazeri, também colocou-se ao lado do governo na busca de uma solução definitiva para o déficit estrutural que, conforme as medidas do Plano de Recuperação do Estado, estará zerado em 2010.

“Precisávamos encontrar caminhos para solucionar os graves problemas estruturais do Rio Grande. A negociação entre o governo do Estado e a Assembléia Legislativa em torno da aprovação do plano terá o apoio de nossa Associação, seja qual for o acordo final, em nome do bem do Rio Grande do Sul”, destacou o dirigente.

Também manifestando seu apoio ao Plano, o presidente da Associação dos Municípios do Alto Uruguai, Joarez Sandri, disse que o Alto Uruguai tem sido abandonado ao longo do tempo pelos governos. “A associação vai colaborar com o plano e…”

 

IMPERTINÊNCIA CLAUDEMIRIANA: Em Erechim, a governadora Yeda Crusius colheu o apoio do prefeito Elói Zanella, eleito pelo PP, partido que apóia o governo, mas no qual não há unanimidade na Assembléia para a aprovação do pacotaço. Em Passo Fundo, o prefeito é do oposicionista PDT. Mas Airton Dipp também hipotecou sua aprovação às propostas do Palácio Piratini. Perguntinha: e em Santa Maria, o prefeito Valdeci Oliveira, do PT, também concorda com o pacote que poderá implicar no aumento do retorno de ICMS ao município?

 

SUGESTÃO DE LEITURA – confira aqui a íntegra da reportagem “Yeda recebe apoio dos prefeitos de Erechim e Passo Fundo ao Plano de Recuperação”. No mesmo endereço, você encontra outras informações oriundas da assessoria de imprensa do Palácio Piratini.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo