Arquivo

Coluna Observatório. “Vai doer no bolso dos vereadores. Ah, vai!”

Para colocar mais sete

neste plenário, só com

supercorte de despesas 

 

 

 

A conta é simples. De acordo com o orçamento de 2008, a Câmara de Vereadores  de Santa Maria prevê despesas de R$ 1,6 milhão para subsídios e encargos sociais dos edis e R$ 3,6  milhões para os mesmos itens, em relação aos servidores. Total: R$ 5,2 milhões. Nessa conta não entram material de consumo, combustível, telefone, horas extras, auxílio alimentação, férias e diárias, para ficar em sete itens importantes orçados e que, se somados, acresceriam mais R$ 1 milhão às despesas. Resultado: R$ 6 milhões, tudo em números redondos.

 

Pois bem: se aprovada em segundo turno a emenda constitucional que amplia para 21 o número de vereadores e, no caso de Santa Maria, sejam 2% ou 2,75% (conforme a receita do município no orçamento de 2009, descontados os repasses federais), a conta simplesmente não fecha. Caberá ao legislativo da boca do monte, no próximo ano, qualquer coisa entre R$ 4,5 milhões e R$ 5 milhões.

 

Atenção: só o que se computou aqui, do orçamento total atual de R$ 8,4 milhões, são recursos diretamente vinculados à atividade do parlamentar. Não se somaram vários itens como limpeza, para ficar num único exemplo. Ou uma despesa ainda mais significativa, como a manutenção da TV Câmara e uma série de outros serviços.

 

Qual a saída? Ora, é óbvia: redução significativa de servidores e, ao mesmo tempo, dos subsídios dos parlamentares. É isso. Não há como evitar e, como se sabe, discurso ainda não tem o poder de gerar dinheiro. É aritmético. E ponto.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo