Coluna Observatório. “Turismo e Casa de Saúde = franciscanos no coração do poder municipal”

Convênio firmado quinta

amplia presença franciscana

no governo santa-mariense

 

A assinatura do convênio pelo qual a Prefeitura entrega à Associação Franciscana de Assistência à Saúde (Sefas) a gestão da Casa de Saúde é mais que apenas acordo operacional. É a confirmação de que, noves fora os partidos políticos, a Unifra e, mais acima, a própria Scalifra (Sociedade Caritativa e Literária São Francisco de Assis), mantenedora do Centro Universitário Franciscano, do Colégio Sant’Anna e que tem como braço para a saúde a Sefas, se trata de parceria que o governo Schirmer/Farret considera estratégica.

 

Os argumentos utilizados para a denúncia do convênio com o Hospital de Caridade como gestor da Casa de Saúde passam bem longe da competência da instituição mais que centenária. Afinal, não há uma só reclamação – ao contrário, desde que o HC gere o hospital municipal não se ouviu falar mais dele. No que toca à gestão de saúde, é sinal inequívoco de trabalho reconhecido – sem falar que a regulação dos leitos sempre foi da própria Prefeitura.

 

Dito isto, tem-se os franciscanos. Que estão, por obra de Cezar Schirmer, com suas justificadas razões para apostar na Unifra, se enraizando na administração. Já tomam conta do Turismo – a secretária é dos quadros da instituição universitária, assim como boa parte dos cargos de confiança. E que tem o desafio de fazer melhor e ainda mais benfeito do que o governo anterior, que teve naquela pasta um dos pilares reconhecidos pela população.

Não é pouca coisa, muito ao contrário. E com sua correspondente responsabilidade. Turismo e, agora, Casa de Saúde. E a Unifra no coração do governo.

 

 

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *