CulturaSanta Maria

PARTICIPE. Teatro Expressão vai ao Treze, com “Vida de Palhaço”. Quem ganha são os carentes

Grupo Expressão: essa gente faz teatro de qualidade. E em favor da comunidade
Grupo Expressão: essa gente faz teatro de qualidade. E em favor da comunidade

Nunca canso de elogiar o trabalho social do Expresso Medianeira, empresa preocupada em inserir-se, meeeesmo, na comunidade. Há uma série de iniciativas neste sentido, contando sempre com a participação, não apenas dos dirigentes mas, especialmente, dos funcionários da organização.

É o caso do excelente Grupo de Teatro Expressão. Que tem, creia, excelente qualidade. Agora, veja o que o pessoal está aprontando para a próxima sexta-feira, em benefício de instituições carentes de Santa Maria. E é muuuito fácil de participar. Acompanhe o material distribuído pela assessoria de comunicação do Medianeira:

Vida de Palhaço estréia no Theatro Treze de Maio dia 31 de outubro

O Grupo de Teatro Expressão lança no dia 31 de outubro, às 20h30min no Theatro Treze de Maio a peça “Vida de Palhaço”, sob direção e coordenação dos próprios colaboradores da Expresso Medianeira.

A entrada é um quilo de alimento não perecível. Os alimentos arrecadados posteriormente serão entregues a uma instituição carente da cidade. O espetáculo é uma realização da Expresso Medianeira com o apoio da Secretaria de Município da Cultura de Santa Maria.

Resumo da peça:
“O palhaço é a expressão da vida e da alegria. Alegria que mesmo por alguns momentos apenas serve para amenizar a dor e a tristeza de quem os assiste.
Vivemos em uma época em que a estupidez humana é a nossa maior graça. Nós,palhaços, que passamos a vida mostrando esta mesma estupidez, cansamos. O palhaço é a expressão da alegria.
Alegria esta que ele realiza a cada momento da sua ação, contribuindo para amenizar, ainda que por algum momento, a dor do Planeta Terra.
O palhaço é a expressão da vida, no que ela tem de mais instigante, sensível, humana…O palhaço é uma das poucas criaturas do mundo que ri de sua própria desgraça e, agindo assim estanca o gosto pela violência.

Os palhaços espalham o riso pela terra, e por esse motivo nós, palhaços do mundo , não podemos deixar de dizer a homens e mulheres do nosso tempo, de qualquer credo ou qualquer país: cultivemos o riso, mas não aquele que discrimina o outro pela sua cor, religião, etnia, posição social, gostos ou costumes, mas sim cultivemos o riso para celebrar as nossas diferenças, um riso que emana da própria vida: múltiplo, diverso, generoso, pois enquanto estamos rindo, estamos em paz”.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

3 Comentários

  1. estou muito preocupada. não sei bem a quem procurar. eu nunca tinha visto o que havia atrás de uma parede que parecia abandonada. tem um monte de gás. numa zona residencial. eu moro na rua barao do triunfo mas esses gas atras dessa parede abandonada sao na rua andradas, perto da esquina com a conde de porto alegre. tem uns homens quebrando a parede, acho que estao fazendo uma porta, e ai eu vi os bujoes de gas. sao muitos. aquilo mora gente. se explodir nem quero pensar. fiquei apavorado. nunca tinha visto o que tinha atras dessa parede. achei que era abandonada. quem passa na calçada vê os botijões. eu vi hoje que estão abrindo essa parede e me apavorei. eu nunca tinha visto esses botijões antes.

  2. Gosto muito desta Empresa, quando ainda estudante tive a oportunidade de fazer um breve trabalho de estágio (não remunerado, apenas como trabalho curricular) do Curso de Administração da FAMES. Fui muito bem atendido pelo quadro de funcionários da Expresso MEDIANEIRA; uma empresa que ORGULHA a todos nós santamarienses de nascimento e “de coração” (como é o meu caso)!

Deixe uma resposta para Ricardo Bieri Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo