EconomiaSanta MariaTrânsito

”CACISM POR SM”. Região nordeste preocupada com sistema viário. Entidade convidará secretários para debater

O sistema viário. Essa a principal questão urbana a preocupar empresários e representantes da zona nordeste, reunidos ontem no projeto “Cacism por Santa Maria” – da Câmara de Comércio, Indústria e Serviços. Foi o tema que predominou no encontro havido no Clube Atirador Esportivo.

A partir do conjunto de situações colocado pelos participantes, entre outras medidas, a direção da entidade empresarial informou que pretende convidar os secretários Sérgio Medeiros (Mobilidade Urbana) e Nabor Ribeiro (PAC) e o presidente do Escritório da Cidade, Júlio Rasquin, para debater os pontos observados na reunião.

Empresários da região nordeste: escoamento do trânsito do túnel da Rio Branco, outra preocupação

Mas há situações bem específicas, surgidas a partir da reunião. Os detalhes você encontra no material distribuído pela assessoria de comunicação da Cacism. O texto é de Letícia Sarturi, com foto de Rafael Duardes. A seguir:

CACISM escuta questionamentos de empresários da região nordeste

No quarto encontro do projeto “CACISM por Santa Maria” ocorrido na quarta-feira, dia 30 de junho, no Clube Esportivo, os empresários da zona Nordeste da cidade apresentaram seus questionamentos com relação aos problemas que interferem no desenvolvimento dos negócios e da comunidade.  A principal preocupação encontrada foi com o sistema viário no local.

A revitalização da área, provocada pelo túnel construído no final da avenida Rio Branco, é motivo de apreensão sobre o que acontecerá nas localidades próximas. Conforme o presidente da CACISM, Paulo Ceccim, a rua Marechal Deodoro não está preparada para o entroncamento  gerado pela construção e gerará aumento no tráfego. A proposta oferecida, pelos moradores, para suprir o problema é a colocação de uma rótula ou sinaleira.

Na ocasião, os empresários também apontaram demais problemáticas com as ruas. Segundo o coordenador da Associação de Bairros do Perpétuo Socorro, Roque Lino Yedros, os moradores consideram algumas ruas impróprias para o trânsito, pois apresentam muitas curvas e são estreitas. Ele questionou se existe um projeto que ligue as ruas Castro Alves e Borges de Medeiros que poderia otimizar transporte na região, atualmente limitado.

A ausência de placas indicando os nomes das ruas incomoda os participantes da reunião. Conforme Darlan Schefblem, da H20 Som e Luz, essas já estão feitas, mas a prefeitura inviabilizou a colocação. Paulo Ceccim esclareceu que é obrigação do governo cobrar da empresa responsável a colocação das placas, que, conforme decreto municipal, deverá ser de 30 unidades por mês. O presidente da entidade também aconselhou os presentes a executarem um levantamento dos locais que precisam de identificação, para a CACISM oficializar o pedido dessas junto a Prefeitura.

Outro problema apresentado foi o provocado pelas chuvas, pois a água corre pelo morro, devido ao desmatamento, e alaga as residências. Segundo Yedros, o bairro já solicitou auxílio da prefeitura para resolver esta questão, que visitou o local, mas nada fez.

Entre os demais problemas apresentados estavam: falta de iluminação em algumas ruas; ausência de um posto policial e dos bombeiros; necessidade de calçamentos em ruas; uma praça para as crianças brincarem e ligação das ruas Euclides da Cunha e Borges de Medeiros.

Após os questionamentos referentes as ruas da zona Nordeste, Ceccim propôs uma reunião para discutir tais assuntos.  Para esta serão convidados o presidente do Escritório da Cidade, Julio Rasquin, o secretário de Trânsito e Mobilidade Urbana, Sérgio Medeiros, e o coordenador do PAC, Nabor Ribeiro.”

SIGA O SITÍO NO TWITTER

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. Se levarem o Nabor aí a coisa anda!Para traz é claro!Esse cidadão só o que faz é discursar porque as coisas que ele deveria tocar estão à passo de tartaruga.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo