ColunaObservatório

COLUNA OBSERVATÓRIO. Como em qualquer pleito, a hora é de catar os indecisos

Não custa lembrar

Em 25 de setembro de 2004:

 “O que teremos, também, nos próximos dias é um recrudescimento da agressividade verbal que estava ausente até aqui. O acirramento da busca ao voto dos indecisos deixou nervosos os mentores das principais candidaturas. O resultado é o ataque, método discutível, porém real, utilizado para tentar atrair os indefinidos e, quem sabe, de inhapa, tirar uma lasca da porção hoje com os adversários. O êxito dessa tática também é imprevisível – o que só torna ainda mais complicado e difícil prognosticar o resultado da eleição.”

Hoje:

A eleição era municipal, a retratada na nota ao lado, publicada há exatos seis anos. E era acirrada, entre três candidatos. Agora, no plano estadual, percebe-se, a disputa se dá entre segundo e terceiro, ambos buscando evitar o fim da disputa já no 1° turno e, paralelamente, tentando ser o outro finalista.

Para isso, ao menos um fato não mudou. Não se sabe exatamente o número de indecisos. No entanto, é neles que se encontra a esperança de se alcançar o objetivo. E é em torno deles que se dá a disputa, na reta final.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo