INTERIOR. Edis vão ao Ministério Público e entregam relatório sobre estradas

INTERIOR. Edis vão ao Ministério Público e entregam relatório sobre estradas - câmara-estradas

Adede & Castro (E) informou que examinará a documentação entregue por Mortari e Trindade

Como haviam prometido seus integrantes, a Comissão Especial dos Distritos, formada pela Câmara de Vereadores para averiguar o trabalho das empresas terceirizadas na recuperação das estradas do interior do município, entregaram o relatório do trabalho ao Ministério Público. Mais exatamente ao Promotor de Justiça João Marcos Adede & Castro, da Procuradoria da Defesa Comunitária.

O relato do encontro, que aconteceu nesta sexta-feira, e suas eventuais conseqüências, você tem através da assessoria de imprensa do parlamento da comuna. O texto é de Clarissa Lovatto, com foto de Murilo Matias. A seguir:

Vereadores entregam ao MP relatório da Comissão Especial dos Distritos

Os vereadores Marion Mortari e Jorge Trindade, presidente e relator, respectivamente, da Comissão Especial que supervisionou o trabalho das empresas terceirizadas nos distritos de Santa Maria, reuniram-se, na tarde desta sexta-feira (22), com o promotor João Marcos Adede Y Castro

Após explicarem as atividades realizadas pela Comissão, os vereadores entregaram ao promotor uma cópia do relatório com os apontamentos efetuados durante as visitas aos distritos, inclusive com o parecer da assessoria técnica do Legislativo aos documentos entregues pelo Executivo.

No relatório há dados que foram solicitados pela Comissão ao Executivo, como, por exemplo, informações sobre todas as máquinas utilizadas pelas empresas nos serviços realizados; identificação das assinaturas dos fiscais do Executivo nas relações de ordens de serviços assim como das assinaturas das ordens de serviço; explicação sobre falta de registros como nome de operador de máquina, nome da máquina e assinatura do fiscal ou responsável em nome do Poder Executivo nas ordens de serviço; esclarecimento a respeito da inclusão de ordens de serviço relativas ao mês de abril nos lotes correspondentes ao mês de março e identificação do endereço e/ou localidade onde foram prestadas as horas máquinas.

 O promotor Adede Y Castro, ao destacar o papel fiscalizador do poder legislativo, informou que o Ministério Público irá examinar e analisar a documentação entregue pelos vereadores.”

SIGA O SITÍO NO TWITTER



1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *