Meio AmbientePrefeitura

NOVAS DENÚNCIAS. Sindicalista indignado com o comportamento da Corsan. E de algumas prefeituras

São pílulas de informação e opinião. Todas de Rogério Ferraz, dirigente do Sindiágua – que congrega os trabalhadores da Corsan. Na manhã de hoje, publiquei um TEXTO dele, feito a partir da notícia (em primeira mão, deste sítio) de que projetos da Companhia de Saneamento tinham sido recusados (ou retirados?) pelo Ministério das Cidades, dentro da fase 2 do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) e que prejudicam enormemente Santa Maria.

Aliás, a respeito, gostaria muito de saber a opinião do prefeito Cezar Schirmer. Afinal, ele compactua (duvido) com a posição da Corsan, que recusou (ou retirou o pedido?) financiamento para as obras de saneamento em Camobi?

Enquanto pensamos, e aguardamos essa posição, fiquemos com as pílulas de Ferraz, a seguir:

“A Corsan já renovou contratos importantes no Estado. Canoas foi uma das primeiras a se adequar a nova legislação (lei 11445/07). Notem que Canoas é a maior arrecadação da Corsan.

Enfrenta-se dificuldades no momento em São Gabriel, Uruguaiana, São Borja, Erechim e Cachoeirinha.

Ponto em comum de todos. Não há argumento ou proposta que convença os prefeitos. Detalhe: em todas estas cidades, as grandes empresas privadas do setor já andaram fazendo ofertas ao prefeito. Onde elas não fizeram ofertas é por que nem precisava.

Em São Gabriel, o atual prefeito teve sua campanha em 2006 (deputado estadual) patrocinada pela Vega Engenharia, dona da Revita (que ele contratou sem licitação na tentativa de substituir a Corsan).

Em 2008 para prefeito, ele teve o patrocínio da OAS, que é do grande grupo de empresas do setor.

Em Cachoeirinha, onde o prefeito também cisma em privatizar, esta mesma OAS doou duzentos mil para sua campanha.

Então, é sim uma máfia que trabalha desde a preparação do cenário, patrocinando campanhas, até fortes assedios aos prefeitos e quem acaba pagando é o povo.

São Borja – R$ 68 milhões

São Gabriel- R$ 47 milhões

Erechim- R$ 32 milhões

Estes são valores a fundo perdido para o saneamento, que estes três prefeitos acabam de recusar.”

SIGA O SITÍO NO TWITTER

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

2 Comentários

  1. A Corsan, por falta de empenho ou determinação politica, levou a situação que esta posta hoje.Em Santa Maria, a agua é captada de graça, tratada e distribuida sem nenhum gasto( por grvidade) e cobra uma ¨banana¨do consumidor. Outrossim distribui recursos para patrocinios no minimo suspeitos(balões). Convenhamos. E a municipalização?? Era outro balão de ensaio? Não podemos esquecer que quem na época renovou a exploração pela Corsan é hoje da administração.

  2. Rogério Ferraz vai tentar de novo a concorrer a vereador??ha,ha,ha…porque como ele gosta de estar na midia,opa no Claudemir só?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo