CidadaniaMinistério Público

ANIMAIS NA RUA. Audiência pública no MP busca sugestões para resolver o problema

Condução foi do Promotor Lozza. A presidente da Câmara, Sandra Rebelato também...

O evento aconteceu nesta sexta-feira, no auditório do Ministério Público. Os detalhes chegam através da assessoria de imprensa do MP. O texto e as fotos são de Mauricio Araújo. A seguir:

Santa Maria: audiência debate equinos soltos na rua 

Uma audiência pública para tratar dos equinos que são abandonados, maltratados e soltos nas ruas, além de alojamento para os mesmos e outras questões relacionadas à proteção e preservação destes animais, ocorreu nesta sexta-feira, 15, em Santa Maria.

O promotor de Justiça, Ricardo Lozza, realizou a audiência pública visando colher embasamentos para a instrução de um inquérito civil, instaurado em dezembro de 2010 pela Promotoria. Todos os presentes puderam se manifestar e sugerir soluções para evitar que cavalos fiquem soltos nas ruas, abandonados e colocando em risco o trânsito da cidade.

Um dos assuntos mais debatidos foi para saber de quem é a responsabilidade quando os animais são encontrados e possíveis lugares para alojar os equinos. Representantes da sociedade expuseram suas opiniões e questionaram sobre a legislação municipal que nada prevê para conter os maus-tratos com os animais.

Para finalizar a audiência o Promotor relatou que fará os encaminhamentos para tentar firmar um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com os participantes.

Estiveram na reunião representantes da Base Aérea de Santa Maria, Câmara de Vereadores, Secretaria Municipal de Proteção ambiental, UFSM, BOE, Cia dos Cavalos, Polícia Rodoviária Federal, Batalhão ambiental. Também estiveram no MP os representantes do IBAMA, 1ºRPMon, clínicos veterinários e pessoas da sociedade, entre outros.” 

... foi, bem como representantes de instituições que acabam tendo contato com o fato

SIGA O SITÍO NO TWITTER

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

2 Comentários

  1. Quais as conclusões que nossos bravos e destemidos vereadores chegaram sobre aquela audiência? Se é que chegaram a alguma conclusão objetiva sobre este tema!

  2. Alguém ainda lembra daquela Audiência Pública realizada na Câmara de Vereadores a mais de um ano atrás; exatamente sobre este tema?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo