AssembleiaEstadoEstradas

ASSEMBLEIA. Suspensão de coleta de assinaturas, na prática, sepulta CPI dos Pardais

Ela até pode sair. Mas de outra forma, noutras circunstâncias e, provavelmente,com outro patrocinador. Mas o fato é que o anúncio da suspensão, por 45 dias, da coleta de assinaturas (já haviam sido apostas 16) no requerimento proposto por Dr Basegio, do PDT, praticamente sepulta a Comissão Parlamentar de Inquérito que apuraria denúncias de irregularidades no DAER – e também conhecida como “CPI dos Pardais”.

O anúncio, pelo proponente, precedeu a sessão plenária desta quarta-feira, na Assembleia gaúcha. E, naturalmente, provocou os maiores debates, entre representantes da base governista e da oposição, além, claro, da palavra de Basegio. Os detalhes e as palavras dos deputados chegam através de material distribuído pela Agência de Notícias do Legislativo. A reportagem é de Vanessa Canciam, com Mariela Carneiro. A seguir:

Deputados manifestam-se sobre suspensão da coleta de assinaturas para criação de CPI

Na sessão desta quarta-feira (6), as manifestações dos parlamentares na tribuna trataram sobre a suspensão por 45 dias da coleta de assinaturas para a criação de uma CPI voltada a investigar possíveis irregularidades em processos de contratação de pardais pelo Daer. A decisão foi comunicada pelo proponente do requerimento para criação da CPI, Dr. Basegio (PDT), durante uma coletiva de imprensa pouco antes da sessão plenária.

Primeiro a falar, Dr. Basegio (PDT)  lembrou que a busca pela criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito foi uma possibilidade construída “por muitas mãos” na Casa. Entretanto, segundo ele, o anúncio de uma força-tarefa estabelecida pelo Executivo para fazer a investigação exige uma nova avaliação sobre o caso. Sensibilizado com os argumentos apresentados pela base do governo e pela participação efetiva de quatro comissões da Assembleia Legislativa na força-tarefa, o parlamentar anunciou que irá suspender a coleta de assinaturas para a criação da CPI por 45 dias “como um voto de confiança ao governo”…

Giovani Feltes (PMDB) mostrou-se satisfeito com a reunião da Mesa Diretora realizada nesta semana, que tratou sobre a possível participação da Casa na força-tarefa do Executivo. “Foi positiva, situação e oposição produziram diálogo do mais alto nível”. Retomando o tema das possíveis irregularidades no Daer, Feltes afirmou que o Executivo busca ‘glamourizar” uma sindicância no órgão dando a ela a denominação de força-tarefa. Registrou também que órgãos como o MPE e o TCE poderão apenas acompanhar a investigação, não havendo amparo legal para que eles avaliem documentos ou ouçam pessoas. Feltes sugeriu que Dr. Basegio não suspenda a coleta de assinaturas, mas que, se assim desejar, retire a sua própria assinatura, permitindo que outros colegas venham a apoiar o pedido…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI

SIGA O SITÍO NO TWITTER

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

2 Comentários

  1. Luiz :Como era de se esperar, nenhum comentário da PThada.Essa gente só tem garganta para puxar o saco dos sacerdotes da seita ou ser do contra.Cadê os “paus-mandados” que se escondem atrás de pseudônimos ridículos cmo “Baixinho da Borracharia”, José Delcatti, Alarico, etc???
    Apareçam para defender o zeloso Tarso Genro e seus asseclas, que no passado queriam CPI para investigar até as nuvens do céu e agora abafam tudo quanto é bandalheira.
    O PT é isso mesmo: late alto quando está no lado de fora, mas quando entra no pátio só faz abanar o rabo…

    Luiz; os “paus-mandados” estão todos comprometidos com a “boquinha” no governo Tarso. Abraço

  2. Como era de se esperar, nenhum comentário da PThada.
    Essa gente só tem garganta para puxar o saco dos sacerdotes da seita ou ser do contra.
    Cadê os “paus-mandados” que se escondem atrás de pseudônimos ridículos cmo “Baixinho da Borracharia”, José Delcatti, Alarico, etc???

    Apareçam para defender o zeloso Tarso Genro e seus asseclas, que no passado queriam CPI para investigar até as nuvens do céu e agora abafam tudo quanto é bandalheira.

    O PT é isso mesmo: late alto quando está no lado de fora, mas quando entra no pátio só faz abanar o rabo…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo