CongressoEducaçãoPolíticaSaúdeUFSM

NÃO CUSTA LEMBRAR. Oposição houve. Mas não barrou a empresa gestora dos HUs

Confira a seguir trecho da nota publicada aqui no final da tarde do dia de 30 de março de 2011, uma quarta-feira:

EM 1ª MÃO. Confira, aqui, a nota oficial do Conselho Universitário da UFSM sobre a MP 520

Tive acesso à  nota do Conselho Universitário da UFSM, a propósito da Medida Provisória 520, que cria a empresa gestora dos hospitais universitários. Ela é uma decorrência de reunião do “Consu” realizada na semana passada e que se posicionou contrariamente à MP. Confira, a seguir, a íntegra:

Nota do Conselho Universitário da Universidade Federal de Santa Maria sobre a MEDIDA PROVISÓRIA 520/2010

O Conselho Universitário da Universidade Federal de Santa Maria, em sua 721a sessão, no dia 25 de março de 2011, decidiu por unanimidade dos membros presentes posicionar-se contrário à edição da Medida Provisória 520/2010, tanto na sua forma quanto no seu conteúdo, especialmente por considerar o seu  caráter centralizador e privatizante.

A decisão do Conselho Universitário/UFSM considerou os seguintes aspectos:

  1. A desvinculação dos Hospitais Universitários das IFES, colocando em risco a autonomia da universidade nas áreas do ensino, da pesquisa e da extensão, comprometendo a formação e a qualificação dos...”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI

PASSADO EXATAMENTE UM ANO da publicação do texto, que não se diga não ter havido mobilização contrária. Houve. E não foi pouca. Esse documento, mesmo, é um sinal disso. Até a MP virou letra morta, por não ter sido aprovada no prazo. Mais adiante, porém, o governo enviou projeto, com o mesmo teor, e este foi aprovado no Congresso. Com folga, aliás.

SIGA O SITÍO NO TWITTER

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo