CidadaniaEconomiaNegócios

COMPORTAMENTO. Ricardo Jobim, sucesso alheio e o incrível sentimento de vergonha

“…Noto que as pessoas hoje acusam as outras de ganhar dinheiro. Crime horrendo, condenável, ora essa, como você tem essa pretensão? Tinha que estar ferrado, matando cachorro a grito, porque daí serias merecedor de respeito.

Vencer? É feio. Se enriquecerdes, te prepara porque aí vêm eles… Os apaixonados pela derrota. Os que vão buscar nos outros justificativas para provar que tu não merecias isso. Os que vão fazer de tudo para convencer as pessoas que é impossível se dar bem sem fazer falcatruas…”

CLIQUE AQUI para ler a íntegra do texto “Por que alguns têm vergonha de lucrar?”, do advogado Ricardo Jobim, colaborador habitual deste sítio – e também publicado no sítio da TV Santa Maria. Ele foi postado há instantes, e você pode encontrá-lo na seção “Artigos”.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

3 Comentários

  1. Prezado Dr. Jobim, boa noite!
    Com todo respeito a (minha) educação cristã, desde os tempos passados já apregoava ter vergonha (pecado) de ter “dinheiro” . Quando estudamos Toqueville, referente a colonização americana, constatamos o oposto a esse “pecado”. Os EUA são o que são, entre outros quesitos, conforma a eduçação Luterana, onde ganhar não era “pecado” e economizar era um dos princípios da formação do ser humano. Os EUA são o exemplo disso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo