Eleições 2012Política

NÃO CUSTA LEMBRAR. Do tempo em que ainda se discutia quem poderia ser o vice de Cezar Schirmer

Confira a seguir trecho da nota publicada aqui na madrugada de 18 de junho de 2011, um sábado:

Essa a grande disputa: todos querem ser o vice do favorito

Já imaginou? Você tem legítimas ambições políticas. E, se o bestunto não falha, a professora Elony Martins, há priscas eras, nas aulas de Direito Constitucional, dava conta que o objetivo dos Partidos não é outro senão chegar ao poder. Logo, assim que é. Legítimo, portanto.

Agora, usemos o mesmo bestunto para avaliar o que ocorre no presente momento da comuna. Há consenso, inclusive entre os adversários, que Cezar Schirmer é favorito para renovar o mandato. Ganhará? Bueno, aí é outra história. Afinal, é de política que se está falando.

Não é outra, creia, a razão por que, de um lado, os principais líderes de oposição se debatem para encontrar um nome capaz de sustentar confronto digno – para perder. Ou ganhar, por que não? E, de outro, se nota corrida fantástica para ser o vice do favorito. O DEM, por exemplo, primo pobre da...”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI

PASSADO EXATAMENTE UM ANO da publicação da nota, originalmente da coluna Observatório, havia quem se alçasse à condição de pré-pré-pré-candidato a vice na chapa futura de Cezar Schirmer. Mas todos fora do círculo do efetivo poder. Os que estavam dentro sabiam: só mesmo na hipótese de impossibilidade pessoal José Farret deixaria de ser, outra vez, o candidato a vice. E será.

SIGA O SITÍO NO TWITTER

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo