EconomiaSanta Maria

INFLAÇÃO. Preços aumentam 0,22% em junho, em Santa Maria. No semestre, 2,2%. Em um ano, 5,04%

Os preços apontam uma redução no aumento em junho, se comparado ao mesmo período do ano passado. Também se constata um decréscimo, se tiver como base o mês anterior, maio, quando a inflação em Santa Maria foi de 0,35%.

Os índices também se reduzem, comparando-se os seis primeiros meses de 2011 com os atuais. Agora, 2,20%. E também apontam uma queda, quando os números são anualizados: nos últimos doze meses, a inflação santa-mariense aponta aumento médio de 5,04% nos preços dos bens e serviços pesquisados pelo Laboratório de Práticas Econômicas do curso de Economia do Centro Universitário Franciscano-Unifra.

Para entender melhor, e inclusive receber detalhes acerca dos grupos que compõem o Índice do Custo de Vida de Santa Maria, acompanhe texto explicativo assinado por Mateus Sangoi Frozza, o coordenador do ICVSM. A seguir:

 “Índice do Custo de Vida em Santa Maria mês de junho

Os preços dos produtos e serviços que compõem o Índice do Custo de Vida de Santa Maria (ICVSM), comparado ao mês anterior, tiveram um decréscimo, +0,35% em média, para+ 0,22% no mês de junho.

Apesar de ser um indicador considerado baixo, se comparado, ao mesmo período nos anos de 2011 (+0,35%) e em 2010 (+0,62%), representa um ponto de inflexão da tendência de queda do custo de vida no município.

Esse fato pode ser atribuído aos constantes estímulos do governo ao setor automobilístico, móveis, financiamentos habitacionais e queda acentuada nas taxas de juros vigentes no mercado. Em contrapartida, verificasse o crescente endividamento (superendividamento) das famílias e os efeitos das sazonalidades climáticas que chega a mesa dos Santa Marienses.

De certo, é que o Brasil, bem como o estado e o município, não está isolado e também sofre com a crise econômica mundial. Com isso, até este momento não é possível recuperar o crescimento, a curto prazo, através do aumento do consumo. A variação acumulada do custo de vida no semestre pontua em +2,20% e nos últimos doze meses +5,04%.

Embora o ICVSM tenha apresentado estabilidade quando  comparado  ao mês anterior, a composição dos grupos que mais afetaram o índice final sofreu alteração. O grupo Despesas Pessoais apresentou variação de + 2,26% no mês analisado. Contribuíram para esse aumento: Aluguel de fitas de videocassete (+17,5), Diária de faxineiro (+10,0%), Serviço de cabeleireiro, masculino e feminino (+10,0%) e Pernoite em motel (+9,1%). No primeiro caso justifica-se este aumento pelo desuso desta tecnologia já ultrapassada, acarretando desta forma aumentos significativos.

Em segundo lugar, seguiram-se os acréscimos nos preços do grupo Artigos de Residência, que apresentou uma alta de +1,62%. Os principais responsáveis por esse aumento foram: Aquisição de ferro elétrico (+11,8%), aquisição de cafeteira elétrica (+8,1%), aquisição de microcomputador (+7,1%) e aquisição de ar-condicionado (+4,2%).

De outro modo, as maiores baixas forma verificadas em itens como aquisição de armário cozinha (-7,2%), aquisição de mesas e cadeiras sala (-3,5%) e aquisição de mesa para computador, TV, vídeo, som sala (-1,1%). Ressalta-se que as quedas verificadas ainda estão vinculadas as desonerações tributárias vinculadas ao Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI)…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo