CongressoPolítica

NÃO CUSTA LEMBRAR. Há momentos que, sim, são mesmo muito engraçados no Senado da República

Confira a seguir trecho da nota publicada aqui na madrugada de 17 de julho de 2011, domingo:

CONGRESSO. Senadores festejam avanço no debate de propostas da reforma política

No que toca a este editor, comemoração haverá apenas e tão somente se os senadores votarem as propostas de reforma política (mesmo que as rejeitem, na maioria) em tempo de ser votadas também pelos deputados e, eventualmente, entrem em vigor já no pleito de 2012.

Antes disso, é só balangandã. Afinal, o que não falta é assunto, seja da lavra dos senadores, do Executivo ou com origem na Câmara, ainda sem qualquer resolução por parte dos senadores. Em todo caso, isso tudo está no balanço do primeiro semestre, que por sinal termina oficialmente nesta.…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI

PASSADO EXATAMENTE UM ANO da publicação da nota, o tal avanço na discussão da reforma política ficou mesmo apenas no relatório semestral da primeira parte de 2011,no Senado da República. Mais nada. Exceto como gracejo, claro.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo