CampanhaEducaçãoEleições 2012Política

CAMPANHA. O debate com os prefeitos, promovido pelos sindicatos da educação, na versão da Sedufsm

Arnaldo Recchia (D) foi o mediador do debate no qual estiveram os candidatos à Prefeitura

O sítio publicou agora há pouco dois textos. Eles vieram das assessorias dos candidatos Cezar Schirmer (PMDB) e Helen Cabral (PT). Pelo menos por enquanto, não chegou nada dos demais candidatos. Mas há uma outra versão para o encontro, e certamente diferente, proveniente da assessoria de imprensa da Seção Sindical dos Docentes da UFSM (Sedufsm), um dos promotores do evento.

É essa a versão que o leitor tem a oportunidade de conhecer agora. A reportagem é de Fritz R. Nunes, com foto de Rafael Balbueno. Confira:

Tema educacional gera confronto entre candidatos

Estabelecer parcerias entre a prefeitura e as universidades, especialmente a UFSM, foi uma das expressões mais ouvidas dos cinco candidatos a prefeito de Santa Maria durante o debate ocorrido no final da tarde desta quarta, 26, no Clube Caixeiral. O evento foi promovido pelos três sindicatos de professores da esfera pública: Sinprosm (professores municipais), Cpers (professores estaduais) e SEDUFSM. Contudo, o confronto acabou estabelecido quando vieram à tona temas como a greve na universidade e o diálogo com entidades sindicais.

No bloco em que os candidatos responderam perguntas das entidades organizadoras, o primeiro questionamento feito a Tiago Aires (Psol), Cezar Schirmer (PMDB), Jorge Pozzobom (PSDB), Helen Cabral (PT) e Jeferson Cavalheiro (PSTU) foi encaminhado pela SEDUFSM e levantou como tópico principal a relação que o futuro prefeito pretendia construir com as instituições universitárias de Santa Maria buscando qualificar a política administrativa do município.

O atual prefeito, Cezar Schirmer, além de saudar o recente movimento grevista dos professores universitários, citou algumas parcerias que teriam sido implementadas com a UFSM, Unifra e Ulbra através de convênios “guarda-chuva”. Jorge Pozzobom (PSDB) também destacou a importância de estabelecer parcerias, dizendo, inclusive, que pretende implementar uma Escola de Gestão Pública para os servidores municipais tendo a UFSM como protagonista.

A candidata do PT, Helen Cabral, ressaltou a sua formação acadêmica, concretizada na UFSM, e aproveitou a oportunidade para ressaltar uma das bandeiras do seu projeto de governo- o Santa Maria Carinhosa- que poderia ser implementada com recursos oriundos dos governos federal e estadual. Contudo, o partido de Helen acabou alfinetado na fala de Jeferson Cavalheiro (PSTU). Segundo ele, os trabalhadores da UFSM (professores e técnicos) foram atacados durante a greve pelo governo Dilma (PT). Buscar a UFSM e outras instituições universitárias para o estabelecimento de parcerias também constou da intervenção do candidato do Psol, Tiago Aires…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. Estas parcerias com a UFSM, toda a epoca de companha vem a tona mais ninhem faz então parem de mentir, por outro lado de greve federal, nem Helen nem Shirmer podem falar a não ser para defender seus Governo pois afinal estão juntos em Brasilia, e no mais continua tudo como esta porque em 2014, estarão todos no mesmo palenque, por este motivo não podemos ficar de mal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo