AssembleiaPartidosPolítica

NA TRIBUNA. Pozzobom defende PSDB, diz que sigla cresceu e tem um ‘projeto de governo e não de poder’

Pozzobom: bancada ampliada e o segundo maior partido nacional, em número de prefeitos

O deputado Jorge Pozzobom, líder do PSDB na Assembleia Legislativa, foi à tribuna, na tarde passada. Seu propósito: defender e enaltecer a participação tucana na eleição de outubro. Para ele, o partido cresceu, e quase dobrou o número de votos conquistados no Rio Grande do Sul, chegando a 504 mil.

Também se referiu ao aumento da bancada a ser verificado em 2013 e se referiu a resultados nacionais da legenda, como mostra a reportagem de Vanessa Canciam (com foto de Galileu Oldenburg), da Agência de Notícias do legislativo gaúcho. A seguir:

Pozzobom destaca crescimento do PSDB nas eleições municipais e analisa papel da oposição no estado 

No período do Grande Expediente da sessão plenária desta quarta-feira (14) o líder partidário do PSDB na Assembleia, deputado Jorge Pozzobom, manifestou-se sobre o crescimento da legenda nas últimas eleições e sobre a construção da oposição responsável que o Rio Grande do Sul precisa. Destacou ainda a ampliação da bancada do PSDB na Assembleia Legislativa, que a partir de 2013 contará com uma sexta cadeira, a ser ocupada pela suplente Elisabete Felice, em razão da vitória do deputado estadual Luciano Azevedo (PPS) à prefeitura de Passo Fundo.

Eleições
Segundo o parlamentar, os candidatos tucanos quase dobraram sua votação na eleições de 2012 no Rio Grande do Sul, comparativamente ao pleito municipal de 2008: o partido passou de 285 mil votos para 504 mil. Ele destacou ainda que a sigla elegeu 20 prefeitos, 25 vice-prefeitos e 249 vereadores em municípios gaúchos. Em âmbito nacional, de acordo com Pozzobom, o PSDB é o segundo partido com o maior número de prefeitos eleitos, perdendo apenas para o PMDB. “O PSDB é um partido que tem um projeto de governo e não um projeto de poder”, explicou.

Entre as prefeituras conquistadas pelo PSDB, Pozzobom destacou as vitórias em Viamão, São Leopoldo e Pelotas. Em Viamão, segundo ele, os tucanos ganharam as eleições após 16 anos de administração petista. Em São Leopoldo, na opinião do parlamentar, a vitória do PSDB representa o fim de um ciclo de corrupção. Já em Pelotas, Pozzobom registrou a satisfação da sigla em…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

3 Comentários

  1. Prezado Alexandre,

    Essa é uma questão interessante. Sempre, quando posso, falo que os partidos devem agir de forma diferente, pois não podem ser tão parecidos a ponto de serem iguais. Quando isso acontece, é sinal dos partidos mudarem seus rumos ou se fundirem.
    Mas, direcionei minhas perguntas para o PSDB, pois este é que estava em foco no sítio.
    No entanto, poderíamos fazer esses mesmos questionamentos as lideranças de todos os Partidos.
    Adoraria saber qual é o Projeto de cada um, para não julgá-los como iguais.

    Abraço

  2. Não Leon;…o projeto do psdb acredito que seja o mesmo do pt,…ou seja,…”o poder pelo poder”,…ou mais especificamente: “chegar ao poder para não mais largar o osso”,…neste ponto tanto pt como psdb são “irmãos-siameses”.

  3. Na política:
    Projeto de Governo é governar…(Fisiologismo)
    Projeto de poder…é estar no governo exercendo sua força(Fisiologismo)

    Mas qual é o Projeto para a Sociedade (exercício orgânico da política em função da sociedade)que o PSDB tem?
    Será o mesmo aplicado na Espanha, Grécia e Inglaterra de Margaret Thatcher (Mãe do Neoliberalismo e avó do PSDB)???

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo