PartidosPolítica

NÃO CUSTA LEMBRAR. Lupi deixa ministério de Dilma. Mas continua mandando no PDT nacional

Confira a seguir trecho da nota publicada na madrugada de 21 de novembro de 2011, segunda-feira:

PELO SIM, PELO NÃO. Antes que Dilma o mande embora, e para não perder o ministério, PDT cogita afastar Lupi

A interpretação, obviamente, é claudemiriana. Mas, cá entre nós, faz sentido. Parece óbvio que Carlos Lupi tem vida curta no governo. Sai em janeiro, no máximo, no bojo de uma reforma ministerial. Mas há possibilidade de ocorrer antes. E o PDT ficar sem pasta.

Bem, esse parece ser o temor dos cardeais do partido. Que vão discutir a possibilidade de pedir que seu presidente licenciado se mande do governo, em tempo de negociar outro nome a ser oferecido a Dilma Rousseff. É isso mesmo? Bueno, confira a reportagem de Catia Seabra, publicada na Folha de São Paulo, e tire tua própria conclusão. A seguir:

 “Cúpula do PDT se reúne para discutir futuro de Lupi

O comando do PDT se reúne nesta segunda-feira (21) para discutir a conveniência de manter o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, na equipe da presidente Dilma Rousseff. O ministro deverá participar da reunião...”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI           

PASSADO EXATAMENTE UM ANO da publicação da nota, como se sabe, Carlos Lupi já não faz parte do governo. No entanto, ainda que enfrentando a mesma oposição interna, especialmente de grupos gaúchos, segue sendo o comandante supremo do PDT e, institucionalmente, o interlocutor do partido junto ao Palácio do Planalto.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo