Artigos

O Natal deveria mudar as pessoas – por Carlos Costabeber

O Natal, não é só o maior evento da Cristandade, como é mais importante data comercial do mundo capitalista.

Só que a mensagem que Cristo nos deixou deveria soar mais forte no espirito das pessoas, fazendo-nos mais compreensivos, participativos, humildes e preocupados com aqueles que nos cercam.

Mas estou convencido, mais do que nunca, de que as pessoas não mudam! Infelizmente!

* Nos LOCAIS DE TRABALHO, cada vez mais se vê pessoas que invejam o sucesso ou a felicidade dos colegas; ao invés de tomar como exemplo, preferem “torcer contra”.

* Na FAMILIA, os filhos estão cada vez mais distante dos pais, pois esses ficaram “defasados” em relação às novas tecnologias e às tendências do mercado de trabalho. Quando justamente deve ocorrer o oposto, pois ninguém mais terá interesse na orientação desses jovens; cada vez mais carentes e solitários.

* Os CASAIS, quanto mais tempo juntos, mais se distanciam um do outro. E é justamente nessa fase que um mais precisa do outro, pois os filhos vão se tornando independentes, e a vida cai numa rotina perigosa. Cabe, pois, tanto ao marido como à mulher, reencontrar o caminho da felicidade, onde muito contribui o envolvimento do casal nos assuntos da comunidade em que vive.

* As EMPRESAS, apesar das tendências em contrário, continuam “presas a quatro paredes”, distantes do que ocorre ao seu redor. A começar pela atenção para com os funcionários, que merecem muito mais do que um simples salário. Afinal, a maioria dos empresários ainda não está convencida de que são eles (os funcionários) que fazem a diferença nos negócios.

* Já os TRABALHADORES devem buscar o crescimento humano e profissional, contribuindo para um ambiente de trabalho digno, e vendo no sucesso dos colegas, o estimulo para buscar melhores horizontes.

* Quanto a nós, PROFESSORES, devemos ir além do que ministrar as aulas. Os alunos ainda são tratados “pela média”, não valorizando o acompanhamento individualizado de que necessitam. Creio que boa parte do tempo deveria ser dedicada ao ensino prático e objetivo, tendo nos mestres a figura que faz a diferença no futuro desses jovens.

* Nós, APOSENTADOS, estamos também nos aposentando para a vida. E no exato momento em que toda uma experiência amealhada ao longo de anos poderia ser tão útil em prol das comunidades em que vivemos. A aposentadoria é uma nova porta que se abre para a vida.

* Os HOMENS PÚBLICOS têm uma missão muito maior do que simplesmente gerir os destinos de uma comunidade. São eles que devem oportunizar ações mais efetivas, mais produtivas, mais abrangentes. Mas, pelo contrário, o que se vê em muitos casos, é uma luta pelo poder, por espaço político e pelo aumento na corrupção, no apadrinhamento e na demagogia.

* Quanto aos JOVENS, eles acabam sendo os maiores prejudicados, pela qualidade do ensino, pela falta de apoio dos pais e por um mercado de trabalho que, desde cedo, é cada vez mais competitivo. Por isso,  tornam-se mais insensíveis, egoístas e pouco preocupados com o seu próximo.

Por fim, precisamos lutar por um mundo melhor; não o mundo globalizado, mas o mundo de cada um de nós. Precisamos estar mais presentes; precisamos sair das quatro paredes em que vivemos, para ver que muito tem a ser feito; que temos capacidade de indignação, para não aceitar as coisas como estão; que a felicidade pode ser ainda maior, desde que nos habilitemos a ajudar ao próximo, não importando o tamanho dos desafios.

Precisamos lutar contra as más práticas, enfrentando aqueles que vivem no mundo da inveja, da acomodação e da falta de um objetivo maior de vida.

Por isso o Natal é um momento mágico, único, pois favorece a aproximação das pessoas, estimula o relacionamento e a troca de votos de por uma vida melhor e mais feliz.

Não vamos, pois, desperdiçar mais essa oportunidade para nos reconciliarmos conosco mesmos, e ver que, com muito pouco, conseguiremos melhorar as coisas, agindo, ao invés de se omitir.

FELIZ NATAL! O VERDADEIRO ESPIRITO DO NATAL!

 

ATENÇÃO


1) Tua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo