Câmara de VereadoresSanta MariaTragédia

CPI DA KISS. Associação dos Familiares é incisiva e cobra dos edis: “existe uma sensação de impunidade’

Aderbhal, aos edis: sensação de impunidade. E a CPI da Kiss precisa atentar para isso
Aderbhal, aos edis: sensação de impunidade. E a CPI da Kiss precisa atentar para isso

Aparentemente, chegou ao fim a calma dos representantes dos representantes dos familiares das vítimas da tragédia de 27 de janeiro, em relação ao comportamento demonstrado até aqui pela CPI da Kiss – controlada pela bancada governista na Câmara de Vereadores.

Não é difícil deduzir isso, ao se tomar conhecimento das manifestações feitas na manhã de hoje, no parlamento, logo no início da reunião da Comissão, pelo presidente da entidade que une os familiares. Mais adiante, você terá, aqui, material a respeito do conteúdo dos depoimentos prestados por fiscais da prefeitura, ouvidos pelos edis.

Agora, confira o texto produzido e publicado na versão online do Diário de Santa Maria, e que trata justamente dessa mudança de postura, em relação à CPI. A foto é de Carolina Bonoto, da assessoria de imprensa do Legislativo. A seguir:

Presidente da Associação da Vítimas e Sobreviventes da Tragédia em Santa Maria fala em sensação de impunidade

O presidente da Associação das Vítimas da Tragédia de Santa Maria, Adherbal Ferreira, esteve no começo da manhã desta quarta-feira na sessão de depoimentos da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Kiss, que ocorreu no Plenário da Câmara de Vereadores. Adherbal Ferreira criticou o livro Kiss, uma porta para o céu,  escrito pelo Padre Lauro Trevisan. Segundo Adherbal, a obra foi de mal tom e gerou uma “retração psicológica” em pais, familiares e amigos da vítimas da tragédia de 27 de janeiro.

Ainda pela manhã desta quarta-feira, pouco depois das 9h05min, o presidente da associação também pediu uso da palavra à presidente da comissão, a vereadora Maria de Lourdes Castro (PMDB). Adherbal se mostrou temerário quanto ao andamento dos trabalhos da CPI.

_ Houve uma grande retração psicológica, por parte de todos nós, em função do livro do padre Lauro (em referência à obra Kiss, uma porta para o céu, do escritor e padre Lauro Trevisan). Isso tudo nos abalou ainda muito mais. Agora, de vocês (vereadores) esperamos cobranças e resultados contundentes. Até porque há uma sensação de impunidade na cidade com essa Casa. Sejam contundentes _ falou Adherbal…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

5 Comentários

  1. O comentário do Pablo é sem comentário, deve fazer parte dos que não querem a verdade, tenha mais respeito com os familiares das vítimas e não queira estar no lugar delas. Eu disse no início que esta CPI não tem qualificação para julgar nada pois faz parte do governo e jamais vai acusar alguém da prefeitura, tudo isto vai virar PIZZA, depois me cobrem.

  2. Pablo, só cego não vê que essa CPI da bancada governista foi ardilosa na sua origem e é mais falsa que nota de R$ 3,00. Por favor né, mais discernimento e menos puxa-saquismo.

  3. Também lamento as jovens vidas q se foram. Mas acho descabida a postura desta associação em querer cobrar dos vereadores quando se calou ao assistir o posicionamento do Ministerio Publico Estadual em jogar na lata de lixo o relatório da Policia Civil. Por fim acho que a associação deve despolitizar a discussão e usar a mesma regra em casos iguais … Se cala para o Ministerio Publico e quer cobrar dos vereadores … Coerência !!!!

  4. E alguém esperava algo desta vergonhosa CPI? Tento me colocar no lugar de um pai que perdeu seu filho querido nesta tragédia e vê uma tropa de vereadores querendo escamatear tudo. Deve ser revoltante

  5. A presidente da CPI não entende NADA de CPI:
    “-Essa comissão não tem papel de acusar ou de apontar. Por isso, talvez essa sensação (de impunidade). Não deixaremos de chamar e de ouvir as pessoas.”

    CABE SIM A CPI APONTAR IRREGULARIDADES.
    Esta CPI é chapa branca. Vai aliviar a prefeitura.
    Periga e vai dizer que estava tudo correto.
    Sabemos que alvarás foram dados SEM vistoria, que licenças venceram e ninguem fez NADA,…
    Falando nisto, o atestado do Carvalho Júnior já acabou, pois ele foi visto trabalhando.
    Ninguem respeita a CPI, era obrigação dele ter avisado a CPI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo