EconomiaEconomia Solidária

ECONOMIA SOLIDÁRIA. Um superbolo à espera dos visitantes. E artesãos colombianos, outra das atrações

O público não tem decepcionado. No primeiro dia, feira já recebeu muitos visitantes
O público não tem decepcionado. No primeiro dia, feira já recebeu muitos visitantes

Uma ampla PROGRAMAÇÃO movimenta o Terminal de Comercialização Dom Ivo Lorscheister, onde acontecem os eventos da economia solidária, que trazem centenas de expositores e milhares de visitantes a Santa Maria. Mas, neste sábado, há pelo menos duas atrações especiais.

Uma delas é a presença a Associación de Artesanas Orunu, da Colômbia, que vem pela primeira vez à cidade. Outra é um superbolo, e que será oferecido aos visitantes por um ótimo motivo, como você confere a seguir:

Por MAIQUEL ROSAURO (texto e fotos), assessor de imprensa dos eventos

Bolo de três metros de altura será atração da Feira neste sábado

selo ecosol  menorSábado será um dia de comemoração no 2º Fórum Social, 2ª Feira Mundial de Economia Solidária e 20ª Feicoop, em Santa Maria. Um bolo de três metros de altura, com 1,10 metros de comprimento e com cerca de dez quilos será servido os público às 19h, no Palco da Feira, na Praça de Alimentação.

O ato será em comemoração e confraternização referente aos 10 anos do Fórum Nacional de Economia Solidária (FBS), 10 anos da Secretaria Nacional de Economia Solidária (Senaes) do Ministério do Trabalho e Emprego; 10 anos da Rede Estadual de Educação Cidadã (Recid); 20 anos da Feicoop; 30 anos da Economia Solidária enquanto Cáritas Brasileira, 25 anos do Projeto Esperança/Cooesperança; e 18 anos da Rede Internacional de Promoção de Economia Social e Solidária do Caribe e Latino-americano.

Antes do bolo, às 18h, os visitantes da Feira poderão acompanhar o desfile da Asociación de Artesanas Orunu (Asoirunu), de Bogotá, Colômbia. É a primeira vez que o grupo visita Santa Maria.

Sandra Gomez e Yaly Cambar, do grupo colombiano. Elas se apresentam às 6 da tarde
Sandra Gomez e Yaly Cambar, do grupo colombiano. Elas se apresentam às 6 da tarde

Neste sábado, a Feira abre entre 7h30min e 20h. Mais de mil empreendimentos de Economia Solidária estão representados, oferecendo mais de 10 mil produtos da Economia Solidária e Agricultura Familiar. Durante o dia serão realizadas dezenas de oficinas e seminários nos lonões do Parque da Medianeira e no Colégio Irmão José Otão.

Os eventos que tiveram início na quinta-feira, 11 de julho, seguem até domingo, 14, no Centro de Referência em Economia Solidária Dom Ivo Lorscheiter, em Santa Maria. A Feira conta com o patrocínio de Sebrae, BNDES, Petrobrás, Sesampe do Governo Estadual e Senaes do Governo Federal.

Horário de funcionamento da Feira:

Sábado: 7h30min às 20h

Domingo: 7h30min às 18h

Acompanhe as notícias ao vivo da Feira no Facebook: https://www.facebook.com/FeiraMundialdeEcoSol

Seminários o tempo inteiro, uma das atividades comuns em todo o período do evento
Seminários o tempo inteiro, uma das atividades comuns em todo o período do evento

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo