Meio AmbientePrefeitura

NA MIRA (3). Policiais ambientais estão na cidade e investigam irregularidades em corte de 18 mil árvores

O assunto veio a público ontem à tarde, originalmente nos veículos do grupo RBS. Foi registrado aqui, posteriormente, inclusive com a DIVULGAÇÃO da nota oficial da Prefeitura, em que a secretaria de Proteção Ambiental afirma que “a lei foi cumprida rigorosamente”.

Bueno, mas a investigação não foi sustada. Tanto que, como noticia a versão online do Diário de Santa Maria, uma equipe da Delegacia de Proteção Ambiental está por aqui. Fazendo o quê? Confira você mesmo, a seguir:

Delegacia de Proteção Ambiental investiga possíveis irregularidades em documento que autoriza corte de mais de 18 mil árvores em Santa Maria

Uma equipe da Delegacia de Polícia de Proteção do Meio Ambiente, de Porto Alegre, está em Santa Maria para verificar possíveis irregularidades na autorização para o corte de mais de 18 mil árvores, emitida pela secretaria municipal de Proteção Ambiental, no Passo do Arenal, em Santa Maria. A equipe também investiga o licenciamento de uma mineradora de extração de areia que funcionaria no local.

Dois biólogos da Polícia Civil vistoriam a área e recolhem a documentação expedida pelo município para verificar se houve irregularidades e eventual crime ambiental. Eles também pretendem verificar se as árvores já foram removidas ou não.

A delegada titular da delegacia, Roberta Bertoldo da Silva, explica que, apesar que o município ter convênio com os órgãos responsáveis para emissão de licenças ambientais, o órgão municipal deve cumprir uma série de trâmites burocráticos para liberar o licenciamento. O trabalho da delegada será analisar a documentação para verificar se todos os passos procedimentos foram cumpridos…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. Uma das maiores irregularidades é o fato de que a autorização da prefeitura não delimita ou especifica a área a ser desmatada, abrindo uma enorme brecha pra que as empresas extrativas façam o que bem entenderem. Além do mais, normalmente essas empresas, de posse da autorização, ampliam a área desmatada para muito além daquilo que foi autorizado.
    Também seria muito interessante que os técnicos da Delegacia de Polícia de Proteção do Meio Ambiente realizassem um pente fino no Arenal e no Passo do Verde, nas margens do Rio Vacacaí, uma vez que as “mineradoras” estão destruindo as margens do rio, por quilômetros de extensão, especialmente a montante da ponte, que é o trecho onde eu navego vez por outra.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo