EducaçãoEstadoTransporte

PASSE LIVRE. Conselhão discute, com movimento social, propostas que ampliam o projeto do governo

Na reunião, ficou claro que o governo mantém a própria proposta. Mas opta por debater
Na reunião, ficou claro que o governo mantém a própria proposta. Mas opta por debater

Há várias propostas que ampliam o projeto inicial do governo, que prevê o Passe Livre Estudantil. Mas o Palácio Piratini, em princípio, mantém sua própria proposição. No entanto, o Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, o Conselhão, tratou do tema em reunião nesta terça, com a participação do “Bloco de Lutas pelo Transporte Coletivo”.

O que debateram e decidiram, findo o encontro? Saiba no material produzido e distribuído pela assessoria de imprensa do Governo do Estado. A reportagem é de Anna Magagnin, com foto de Alina Souza. A seguir:

Conselhão reúne propostas de ampliação do passe livre estudantil

O Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social debateu, nesta terça-feira (23), em Porto Alegre, em mais uma edição do Diálogos Cdes, a questão do passe livre estudantil, uma das reivindicações das recentes manifestações sociais. O projeto de lei que trata do assunto, elaborado pelo Governo do Estado, já está em tramitação na Assembleia Legislativa e, se aprovado, deverá beneficiar 63 municípios, principalmente da Região Metropolitana.

No evento, foi debatida a imediata aprovação do PL e prosseguimento da discussão após a implantação concreta do benefício. Foram convidados integrantes do Bloco de Lutas pelo Transporte Público para o debate.

“Nossa expectativa é envolver a sociedade na participação e na formulação do projeto. Queremos que essa juventude não só saia às ruas, mas também que participe aqui na formulação desse projeto”, disse o secretário-executivo do Cdes, Marcelo Danéris.
Os representantes dos estudantes enalteceram o projeto do Executivo estadual e sugeriram alternativas que incluem, principalmente, a ampliação da proposta para outros municípios gaúchos. “O passe livre é uma bandeira antiga do movimento estudantil, e a União Nacional dos Estudantes (UNE), há décadas, vem trazendo essa bandeira, porque entendemos que é um dos motivos que leva os estudantes à evasão, tanto da escola, quanto a universidade”, explicou o vice-presidente da UNE, Álvaro Lottermann…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo