AssembleiaRegião

ENERGIA. Distribuição falha leva deputados a pedir por audiência pública. Ela acontece em novembro, em Jari

Valdeci: queixas sobre o desabastecimento
Valdeci: queixas sobre o desabastecimento

A iniciativa é de três parlamentares estaduais com presença regional: Valdeci Oliveira (PT), Jorge Pozzobom (PSDB) e Gilberto Capoani (PMDB). O pedido de audiência pública foi aprovado hoje, na Comissão de Assuntos Municipais da Assembleia Legislativa.

Os detalhes, inclusive com as razões para o requerimento, chegam através do relato da assessoria de imprensa do deputado petista. O texto é de Tiago Machado, com foto de Gabriela Freitas. A seguir:

Assembleia aprova audiência sobre distribuição de energia na região Centro

A Comissão de Assuntos Municipais da Assembleia Legislativa aprovou, nesta terça (15), o requerimento conjunto dos deputados Valdeci Oliveira (PT), Jorge Pozzobom (PSDB) e Gilberto Capoani (PMDB), que solicita a realização de audiência pública para discussão da qualidade da distribuição de energia na região Centro do Estado. Aprovado por unanimidade, o requerimento prevê a realização de uma audiência regional no município de Jari, uma das cidades atingidas pelo problema, no próximo dia 21 de novembro.

Conforme Valdeci, a realização da audiência foi solicitada pelo prefeito de Jari, Pedrolívio Prado. “São várias as reclamações de desabastecimento de energia que recebemos dos moradores e dos trabalhadores. As distribuidoras estão em dívida e devem explicações para a sociedade. Esperamos que a audiência possa produzir alternativas para resolução desse gargalo, que atinge a economia e todo o cotiano da região”, afirmou Valdeci.

Serão convidados a participar da audiência pública representantes da ANEEL, das distribuidoras RGE, AES Sul e Coprel, do Ministério Público, dos sindicatos lojistas, das prefeituras e câmaras de vereadores do Centro do Estado. “Queremos iniciar esta discussão nesta região e depois expandí-la para outras partes do Rio Grande. É uma questão séria e que preocupa vários municípios”, afirmou Valdeci.”

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo