EstadoPolíticaPrefeituraSanta Maria

TARSO EM SM. Hospital Regional abre dia, que fecha no Tecnoparque. Na chegada, conversa com Shirmer

Primeiro ato de Tarso em Santa Maria foi visitar Schirmer. Estarão eles alegres, na foto?
Primeiro ato de Tarso em Santa Maria foi visitar Schirmer. Estarão eles alegres, na foto?

A agenda oficial do governador Tarso Genro em Santa Maria nesta quinta-feira prevê, como primeiro compromisso, a visita às obras do Hospital Regional, na zona oeste. Mas é só o início da maratona, que terá também almoço com prefeitos da região, antecedido de uma reunião (fora do roteiro oficial) com representantes das famílias das vítimas da Kiss.

À tarde, novas visitas a obras – da Corsan e da duplicação da Faixa Velha -, papo com jornalistas e o fecho, no início da noite, com a inauguração do Tecnoparque. Um dia intenso, portanto, e que deverá ser acompanhado, por certo, pelo prefeito Cezar Schirmer.

Aliás, até agora não vazou nada do papo de 15 minutos, tido entre ambos no final da tarde passada, logo na chegada do governador à cidade. Foi a primeira visita desde a Kiss, objeto de divergências sérias entre ambos. Acredita-se que tenham firmado um pacto de civilidade. E isso se verá hoje. A foto (que você confere acima) não recomenda muito. Nada de sorrisos. Mas, enfim.

Ah, o roteiro oficial de Tarso na cidade começou na noite desta quarta, no Guarany Atlântico. O que houve lá? Confira no material produzido pela assessoria de imprensa do Palácio Piratini. O texto é de Joice Proença, com foto de Caroline Bicocchi. A seguir:

Caravana da Inclusão beneficia 6 mil famílias do Corede Central

A partir de janeiro mais de 3,5 mil famílias que vivem em extrema pobreza na região Central do Estado, contarão com a complementação de renda do RS Mais Igual. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (11), em Santa Maria, pelo governador Tarso Genro e pelo secretário da Casa Civil, Carlos Pestana, durante a Caravana da Inclusão, que integra a agenda de Interiorização do Governo do Estado.

Alinhado ao plano Brasil Sem Miséria, o RS Mais Igual vai garantir uma renda mensal de R$ 100 per capita aos beneficiários do Bolsa Família com crianças de até seis anos. Assim como no programa federal, o RS Mais Igual tem como titular do cartão, preferencialmente, as mulheres chefes de família.

O governador lembrou que, quando o ex-presidente Lula lançou o Bolsa Família, muitas pessoas tentavam desmoralizar o programa. “As pessoas que diziam isso não sabem a importância deste dinheiro para uma família pobre. Elas não entendem que isso significa às vezes comer ou não comer, que significa comprar um pão, uma roupa ou um calçado para as crianças”.

Tarso, ainda, ressaltou que até o início da atual gestão não existia um programa de erradicação da pobreza, como o RS Mais Igual. “Esse foi um compromisso assumido pelo nosso Governo. Saiam daqui orgulhosos, pois isso não é um favor, é um dever do poder público melhorar a vida das pessoas”, afirmou…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

 

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo