Santa Maria

ESQUINA DEMOCRÁTICA. A Prefeitura de SM deve antecipar a renovação de contrato com a Corsan?

POR MAIQUEL ROSAURO

Garantidas as regras do sítio, de civilidade (a crítica pode ser forte ou não, mas sem ser ofensiva, por favor), você é que decide o assunto, afinal de contas. Ah, e o que está no título é somente uma sugestão. Nada mais.

AQUI NÃO TEM NOTA ALGUMA, SÓ O TEU COMENTÁRIO. APROVEITE!

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

8 Comentários

  1. Enviei comentário mas ainda não foi publicado.
    Pergunto ao Dr. Serro e ao Professor Carlos;
    A barragem da CORSAN não fica no Município de São Martinho.? O contrato e ou qualquer negociação deve ser com São Martinho da Serra.
    A CORSAN usa solo de São Martinho para estender sua rede, usa recursos naturais e nascentes dos Riachos para abastecer e encher a barragem .São Martinho não recebe um investimento e a própria CORSAN que utiliza , diariamente,a ERS 516 não reivindica
    E nem colabora na busca do asfaltamento da Rodovia..
    São Martinho fornece liquido precioso para Santa Maria e não participa de negociação.
    Que o contrato não seja assinado sem ouvir a comunidade , lideranças políticas,comunidade e o PREFEITO de São Martinho da Serra.
    São Martinho no mínimo deve participar na negociação ou o contrato corre risco de ser anulável .
    A Barragem do Ibicui com certeza esta localizada no município de São Martinho

  2. Arre égua!
    Rogério! Estes sujeitos estão defendendo que nossa cidade perca 120.000.000,00 de reais (sim, cento e vinte milhões de reais!). E por que motivo? nenhum, é apenas viseira ideológica. O empresário Costabeber, que é uma pessoa sensata, honesta e responsável, ao contrário de muitos, demonstrou, aqui neste sítio, com argumentos e números, o significado desse investimento pra população de Santa Maria, mas parece que esse pessoalzinho nem sequer leu o artigo dele.
    Mas esses assalariados do atraso não estão nem aí. Nem falam dos QUINZE MILHÕES perdidos pelo trio XIRME/FARRET/TUBIAS, na área da saúde, em 2013.
    JÁ PRIVATIZARAM ATÉ O CEMITÉRIO!!! Farão o que mais?
    Agora vem o IMPOSTO SOBRE ASFALTAMENTO! Que tal?
    Em seguida virá o IMPOSTO PRA RESPIRAR! Duvida, Rogério?
    A cidade tá dominada pelo atraso de alguns vassalos assalariados da prefeitura, inclusive a direção da UAC, cujos principais dirigentes são cargos de “confiança” do Xirme. Pelo andar da carreta, vamos perder mais 120 milhões de reais, fora aquilo que já foi perdido.
    Onde andarão os vereadores? Eles existem? E os demais órgão de defesa comunitária? Estão todos dominados?
    Se fosse crente, eu apelaria a TODOS os deuses, deusas, santos, santas, etc. pra que desse um jeitinho nessa catrefa. SANTA MARIA NÃO RESISTIRÁ por muito tempo mais.
    Vamos aguardar o novo relatório da polícia. Parece que tem coisa pesada, a rede BOBO (não apenas a sucursal da RBS aqui de Santa Maria) tá na cidade há um mês. É sinal de que os 242 mortos e centenas de feridos poderão receber alguma consideração. Assim espero.

  3. Olha,se ruim pública pior privada,moro em arroio do só distrito de santa Maria,eu e vários moradores fomos contemplados com a rede de aguá da corsan e tenho certeza de que foi pelo social sem grandes objetivos de lucro pelo investimento realizado,ao contrário do privado primeiro veria a questão financeira….tudo o que é público é passível de licitação e exigência de melhorias e investimentos ,quando privado se defende que os mesmos necessitam de lucros e não se falam em licitações como no caso dos transportes públicos….dois pesos e duas medidas??????

  4. Não é a Corsan que tem sede em POA mesmo não sendo responsável pelo abastecimento da capital? Cheia de gente nomeada pelo governo de plantão?
    E se abandonou a cidade por 20 anos, só arrecadando, não vai ser o mesmo no futuro?
    É o típico conto do vigário. Mas vão acabar renovando, não existe outra alternativa. Privatizar não tem respaldo político e criar uma empresa municipal custa dinheiro.

  5. Claro, todos somos defensores da água como bem comum! Desde que ela seja privilégio de uma Cia. única, estatal, com benesses, sem obrigação de cumprir o contratado, com cargos para os “cumpanhêros”, vitalícios e sem possibilidade de demissão, mesmo que por incompetência ou má gestão, etc. etc. Isso o sr. Rogério Ferraz, presidente de um oligossindicato há (quantos anos mesmo, sr. Rogério?). Simples e claro: desde que a Corsan cumpra todos os itens constantes e que não foram cumpridos no contrato em vigor, inclusive os asfaltos mal tampados a cada abertura de rua, atinja as metas anteriores (não estou falando em futuro!), aí sim poderíamos falar em renovação de contrato. Que poderia até ser antecipada (dá tempo de colocar em dia os atrasados?), DESDE que fosse feita uma licitação, onde a Corsan concorreria de igual para igual com QUALQUER outra interessada. Se o seu preço fosse melhor, se a qualidade do serviço atendesse as métricas do edital, etc. não haveria problema. Agora, antecipar para garantir benesses para uma companhia que fatura 45 milhões de reais LÍQUIDOS por ano na cidade (e aplica quanto mesmo?)não é nada republicano. Isso se arrasta há 19 anos,passou pelos governos do Olívio (PT), Rigotto(PMDB),Collares (PDT), da Yeda (PSDB) e agora vai passar pelo do Tarso (PT). Por isso, não se trata de uma questão política, ideológica ou partidária, trata-se de um problema de gestão e incompetência. Os índices da Corsan em relação a outras companhias estaduais são trágicos. A Corsan é a 26ª companhia do Brasil em índice de qualidade.
    E Santa Maria é o segundo maior faturamento da Corsan e o maior lucro líquido. Santa Maria é a galinha de ovos de ouro da Corsan, e a contrapartida é muito aquém do que Santa Maria merece.Peçam para a Corsan explicitar o documento, já que els dizem que não está condicionando a renovação antecipada. E peçam para eles dizerem QUANDO os recursos serão aplicados. Será imediato? Quais os projetos a serem atendidos? Dúvidas, só dúvidas.

  6. Pessoao não identificada que sou não fugirei a possibilidade de me manifestar.
    Concordo com Elisandro, para renovar TEM que cumprir o atual.
    Que pena que perderemos opinião de um certo sr. Ferraz.

  7. Me comprometo, quando houver aqui comentário de pessoas identificadas, faço parte do debate.
    Pois o tema é de fundamental importância para Santa Maria.

  8. Evidente que não!!! Afinal a Corsan não cumpriu o contrato anterior, sendo apontada pelo MPE e Tribunal de Contas.
    O que precisa ser feito, conforme a Lei e não o $$$$, é abrir uma licitação e implantar um sistema de controle e gerenciamento efetivo, para que a contrata cumpra o Plano de Saneamento Ambiental.
    Qualquer medida, fora de uma nova licitação e implantação de um sistema de controle é perpetuar o atraso da cidade e premiar a incompetência da Corsan, que transformou as cidades aonde atua em feudos. Ou seja, privatizaram para si o abastecimento. Uma vergonha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo