PrefeituraTransporte

TARIFA. Nota de Schirmer critica Defensoria Pública e quer que ela adote mesma postura em outras cidades

Com direito a uma tabela com as tarifas de transporte urbano de outras cidades – menores ou maiores que Santa Maria – e também terminando com uma frase forte – “…É impossível aceitar que no mesmo Estado tenha duas Defensorias Públicas: uma para os companheiros, outra para os adversarios” – o prefeito Cezar Schirmer acaba de emitir nota a propósito da decisão da Defensoria Pública que, aqui, promote ajuizar ação contra o reajuste da tarifa de transporte coletivo.

Confira o material distribuído pela assessoria de imprensa da Prefeitura:

Prefeito emite nota sobre ação da Defensoria Pública relativa a tarifa do transporte público

A Defensoria Pública é órgão estadual, do Governo do Estado, com abrangência estadual. Estimamos, portanto, que este órgão adote, ao menos de agora em diante, a mesma posição para outros municípios, onde a tarifa do transporte público é maior do que em Santa Maria, desde 2012 ou 2013, como informa abaixo.

Porto Alegre R$ 2,80 Desde 06/02/2012
Alvorada R$ 2,70 Desde 19/06/2013
Viamão R$ 2,85 Desde 13/02/2012
Guaíba R$ 2,80 Desde 06/03/2012
Canoas R$ 2,60 Desde 15/02/2013
Gravataí R$ 2,85 Desde 22/08/2012
Cachoeirinha R$ 2,80 Desde 03/11/2012
São Leopoldo R$ 2,70 Desde 18/11/2012
Pelotas R$ 2,75 Desde 19/06/2013
Novo Hamburgo R$ 2,65 Desde 01/01/2013
Farroupilha R$ 2,75 Desde 25/06/2013
Caxias do Sul R$ 2,75 Desde 19/06/2013
Bento Gonçalves R$ 2,75 Desde 25/06/2013

A ação da Defensoria Pública no Município de Santa Maria relativa ao aumento da tarifa do transporte coletivo caracteriza escuso ato de ingerência política ou omissão nos demais municípios. É impossível aceitar que no mesmo Estado tenha duas Defensorias Públicas: uma para os companheiros, outra para os adversários.”

Cezar Augusto Schirmer

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

13 Comentários

  1. Coita do Sr prefeito não conhece as cidades que estão interligadas a grande Porto Alegre, ´so falta ele relacionar agora o R

  2. A Polícia Civil e a Defensoria Pública não são o Ministério Público Santa Maria, Sr. Prefeito! Tenha mais respeito! Se o MP teve determinada conduta no caso Kiss, não impõe que as demais instituições necessitem seguir o mesmo!

    Quando o senhor vai começar a governar a cidade ou quando o senhor vai largar o osso e ir embora de uma cidade que não o enxerga mais como um prefeito digno do cargo que deveria administrar?

  3. Alguém leu a crítica do alcaíde ao Tiago do PSOL? Falou que é pra ele parar de fazer campanha política e que a eleição pra prefeito é mais pra frente… É inadmissível que um prefeito fale isso. Por mais que o cara seja do PSOL, é um ativista político. É dever dele (do Tiago) numa democracia de direito fazer isso.

  4. Não menos pior o vice presidente da ATU que em entrevista a rádio local,atribui este embrólio todo ao PSOL e se dizem perseguidos pelo mesmo partido,me parece que estas pessoas não podem serem contrariadas,vira tudo como questão política…..

  5. O prefeito ignora ou finge desconhecer as irregularidades denunciadas nas ruas, nas praças, na reunião do Conselho Municipal de Transportes, na Defensoria Pública e no Tribunal de Contas do Estado.

    O próprio secretário Passini sabe de muitas delas, por exemplo dos coeficientes não terem sido revisados em 2011 como prevê o Art. 11. do Decreto Executivo 177/2006 que A PRÓPRIA SECRETARIA ANEXOU NO PROCESSO APRESENTADO NA REUNIÃO DO CONSELHO!

    Que péssimo administrador esse prefeito, há tempos seu ÚNICO argumento sobre a tarifa tem sido uma comparação com o preço praticado em outras municípios. Na falta de conhecimento do que acontece no próprio município recorre a comparações.

    Por outro lado o Maffini da ATU diz que “não dá para comparar uma cidade com a outra”, que “De forma alguma se poderia fazer isso”. Deixando de entrar nos detalhes das irregularidades apontadas. Critica o método mas não o conteúdo.

    Argumentam de forma contraditória para defender a mesma causa e quem está errada é a Defensoria? Sem darem qualquer explicação sobre as irregularidades apontadas?

    Tem um trecho que sintetiza a total desorientação da prefeitura, de autoria do Secretário Miguel Passini:

    “Se eles (Defensoria Pública) dizem que há inconsistências nessas duas questões, DECRETO de 2006 e a legislação de concessão, eles estão equivocados. Isso não tem NADA A VER com a planilha. A prefeitura é LEGALISTA. O que a justiça determinar teremos de cumprir”

    Pelo visto até hoje o secretário não leu o decreto: Decreto Executivo 177/2006 – “Dispõe sobre a PLANILHA de cálculo tarifário, regulamentando a fórmula de cálculo da tarifa do sistema de transporte coletivo por ônibus e da outras providências”

    Por fim o secretário afirma que a prefeitura é legalista e irá o que a justiça determinar… Um gestor público se prestar fazer uma declaração dessas é o fim…

  6. Quem não esta satisfeito com o valor da passagem é meia duzia de desordeiros que não tem o que fazer e passam batendo lata na praça, que não da mais para as pessoas mais velhas sentarem na praça, pois la estão estes desempregados atordoando a cabeça da pessoas, eles deveriam arrumar um patio para capinar e não encomodar os mais velhos.

  7. Esse Prefeito,quando tem que ficar com a boca fechada ele fala,e quando tem que falar(KISS)ele se fecha em copa,se blinda!!!
    Vá entender esse infeliz!!!!!
    E por fim,concordo contigo,Luiz Smaniotto!!!

  8. Erros. CRASSOS
    1-Constestar à Promotoria Publica, sem argumentos Jurídicos
    2-Ignorar, o sentimento da população. Que anseia saber, qual o verdadeiro..”Preço da Passagem??
    3- Partidarizar, algo fundamental, para todos nós….”Transporte Coletivo”

  9. Epa!!!
    A nota do alcaide faz uma infame relação entre o governo do estado e a Defensoria Pública, mas vamos lá:
    Das 13 cidades listadas apenas 3 são do partido do governador, as demais são governadas por “companheiros” do próprio Cezar.

  10. Não existe como comparar o preço da passagem de ônibus em Santa Maria informando somente o valor e listando o valor de outras cidades. A real forma de fazer a comparação é informando o quilômetro rodado por mês com o número total de passageiros pagantes carregados por mês. Ai sim poderíamos comparar. Nota-se neste caso uma real falta de informação ao Prefeito bem como desconhecimento, do “Secretário” da pasta de mobilidade urbana, sobre o assunto.

  11. ..Defensorias Públicas: uma para os companheiros, outra para os adversários.”
    Como é que é??
    E o crime, com 242 Certidões de óbitos, também tem dois lados??
    Falta dos neurônios, acentua-se, a níveis, preocupantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo