ECONOMIA SOLIDÁRIA. Dada a largada para a 21ª edição da ‘Feicoop’. Lançamento, com Tarso, foi hoje

ECONOMIA SOLIDÁRIA. Dada a largada para a 21ª edição da ‘Feicoop’. Lançamento, com Tarso, foi hoje - eco-em-cima

O lançamento, no Centro de Referência Dom Ivo Lorscheister, teve a presença de Tarso

Por MAIQUEL ROSAURO (texto e fotos), da Assessoria de Imprensa dos eventos da Economia Solidária

Começou a contagem regressiva para a 21ª Feira Internacional do Cooperativismo (Feicoop) e 10ª Feira Latino Americana de Economia Solidária. Os eventos foram lançados na manhã deste sábado, no Feirão Colonial do Centro de Referência em Economia Solidária Dom Ivo Lorscheiter, em Santa Maria. O governador do Estado, Tarso Genro, esteve presente.

– Nosso entendimento é de que os elementos que norteiam a Economia Solidária são na verdade o desenho de um módulo ainda muito pequeno da sociedade futura. A humanidade só tem possiblidade de distribuir felicidade se as pessoas pautarem suas vidas por relações de solidariedade, ajuda mútua e igualdade. Os elementos da Economia Solidária e agroecologia são fundamentais para desenhar o futuro que queremos – discursou Tarso.

ECONOMIA SOLIDÁRIA. Dada a largada para a 21ª edição da ‘Feicoop’. Lançamento, com Tarso, foi hoje - eco-assinatura

Assinado um convênio que fortalece a Economia Solidária, assim como a próxima Feicoop

O governador foi presentado com uma cesta de produtos coloniais e também recebeu um troféu por ter deixado de fumar. O prêmio foi entregue por Dylon Lopes Nazário, fundador do grupo de apoio Amor-Exigente, em referência ao Dia Mundial Sem Tabaco.

Durante sua visita, Tarso conferiu as obras de ampliação do Centro de Referência. O Estado investe neste projeto R$ 600 mil, através da Secretaria da Economia Solidária e Apoio à Micro e Pequena Empresa (Sesampe).

– A obra estará semipronta para nossa Feira e será entregue no início de setembro – projeta irmã Lourdes Dill, coordenadora do Projeto Esperança/Cooesperança.

A Feicoop será realizada entre os dias 17 e 20 de julho. Ano passado, o evento recebeu 200 mil pessoas, provenientes dos cinco continentes e de 28 países.

– Esta feira tem norte, rumo e uma articulação mundial da Economia Solidária – afirmou a religiosa.

Durante a cerimônia, ainda foi realizada a assinatura de um convênio entre Estado do Rio Grande do Sul, através da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural, e a Cooperativa Mista dos Pequenos Produtores Rurais e Urbanos, vinculados ao Projeto Esperança. O convênio visa fortalecer o cooperativismo e a Economia Solidária, bem como a realização da próxima Feicoop.

Rede COMSOL

A Rede Nacional dos Pontos Fixos de Comercialização Solidária (Rede COMSOL) também foi apresentada na manhã deste sábado. A diretora do Instituto Marista de Solidariedade, Shirlei Silva, apresentou a iniciativa.

– Nosso objetivo é identificar todas as lojas, feiras permanentes e centrais de comercialização que realizam Economia Solidária. Hoje somos mais de 140 experiências – relatou Shirlei.

Em Santa Maria, o Feirão Colonial, o Centro de Economia Popular Solidária (CEPS) / Fruto da Terra, e a Loja de Produção e Arte Esperança de Artesanato fazem parte da Rede COMSOL.

Curta a página da Feicoop no Facebook: http://www.facebook.com/feicoop

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *