AssembleiaSanta MariaTragédia

NÃO CUSTA LEMBRAR. Um relatório que vira projeto, que se transforma em lei, e que é depois “flexibilizada”

Confira a seguir trecho da nota publicada na tarde de 11 de junho de 2013, terça:

INCÊNDIOS. Relatório de Comissão da AL que prevê nova lei preventiva vai virar projeto e inicia a tramitar

Está com o presidente da Assembleia Legislativa, Pedro Westphalen, o relatório final da Comissão Especial que tratou da revisão da lei gaúcha de proteção contra incêndio. Agora, o anteprojeto incluído no documento será votado no plenário. Com a tendência de aprovação, vira automaticamente projeto e começa a tramitar nas comissões permanentes da AL, para posterior apreciação do conjunto dos deputados.

Sobre isso e a entrega do relatório, acompanhe material distribuído pela assessoria de imprensa do deputado Valdeci Oliveira, integrante da Comissão e que participou da solenidade desta terça-feira. O texto é de Tiago Dias e Cristiane Vianna Amaral, com foto de Vinícius Reis. Estes dois últimos, da Agência de Notícias do Legislativo. A seguir:

Valdeci acompanha entrega do relatório da Comissão de Revisão das Leis Contra Incêndio

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Pedro Westphalen (PP), recebeu, no início da tarde desta terça-feira (11), o relatório final da Comissão…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI                                                            

PASSADO EXATAMENTE UM ANO da publicação da nota, quem acreditou naquilo tudo, tem todas as razões do mundo para se sentir um, digamos, bobo.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo