CampanhaEleições 2014Política

CAMPANHA. Os 11 candidatos à Presidência poderão gastar até quase R$ 1 Bi. E de onde sairá o dinheiro?

Dilma Rousseff, que busca a reeleição: previsão de gastos para a campanha alcança R$ 298 milhões
Dilma Rousseff, que busca a reeleição: previsão de gastos para a campanha alcança R$ 298 milhões

Não fosse Gilmar Mendes ter abraçado o processo e o levado pra casa e a situação poderia ser diferente. O Supremo já havia formado maioria de votos proibindo a doação de empresas para as campanhas eleitorais. Ficou para as calendas. Assim, as fontes de financiamento dos candidatos, em todos os níveis, serão as mesmas de sempre. Isto é, um mínimo dos mínimos dos mínimos saindo dos bolsos de milintantes, e o restante, na maior parte, sendo providenciado por empresas. Um naco virá, também, das próprias agremiações, através do Fundo Partidário.

E, creia, não é pouco dinheiro. Apenas para a disputa presidencial, os candidatos previram (isso é uma obrigação legal) gastar, somados, mais de R$ 900 milhões. E, claro, são dos candidatos protagonistas as mais gordas campanhas, como você pode conferir no material produzido pela Agência Brasil. A reportagem é de André Richter, com fotos de Feicebuqui. A seguir:

Aécio Neves, na convenção que o consagrou: principal oposicionista prevê gastar até R$ 290 milhões
Aécio Neves, na convenção que o consagrou: principal oposicionista prevê gastar R$ 290 milhões

Candidatos à Presidência devem gastar mais de R$ 900 milhões em campanhas

Os 11 candidatos à Presidência da República que concorrem às eleições deste ano informaram ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que devem gastar juntos R$ 916,7 milhões durante a campanha eleitoral. O número expressa o limite de despesas que eles pretender ter, informação que candidatos que concorrem a todos os cargos  em disputa devem informar obrigatoriamente à Justiça Eleitoral, ao pedirem os registros de candidatura.

De acordo com as informações entregues ao TSE, a candidata à reeleição, Dilma Rousseff (PT), declarou que o limite de gastos de sua campanha será R$ 298 milhões. Aécio Neves (PSDB) pretende gastar R$ 290 milhões. Eduardo Campos (PSB) previu limite de R$ 150 milhões.  Eduardo Jorge (PV) gastará até R$ 90 milhões.

O limite de gastos do candidato Pastor Everaldo (PSC) é R$ 50 milhões. José Maria  Eymael (PSDC) declarou R$ 25 milhões e Levy Fidelix (PRTB) informou gastos  de até R$ 12 milhões. Os candidatos à Presidência que devem gastar menos na campanha são:  José Maria de Almeida (PSTU), R$ 400 mil; Luciana Genro (Psol), 900 mil; Rui Costa Pimeira (PCO), R$ 300 mil, e Mauro Iasi (PCB), R$ 100 mil…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo