CidadaniaSanta MariaTragédia

KISS, 18 MESES. Amanhã tem o “minuto do barulho”, almoço, ato ecumênico e ‘Amor no Cabide’. Saiba mais

kiss seloUma série de atos marca, amanhã, os 18 meses da tragédia da Kiss – em que morreram 242 meninos e meninas, cujas famílias não se cansam de pedir o mínimo, Justiça. Há, inclusive, um almoço, além de ato ecumênico e o tradicional minuto do barulho.

A, digamos, novidade, é a ação conjunta que reúne muita gente da comunidade ao grupo Movimento do Luto à Luta, que realizam o evento “Amor no Cabide”. Com certeza, mais tarde, trarei outras informações acerca do que acontece amanhã, para lembrar as vítimas do massacre da boate da rua Andradas.

Agora, porém, por conta da importância do que acontecerá, tomo a liberdade de reeditar nota publicada na última quinta-feira, exclusivamente sobre o “Amor no Cabide”. Acompanhe:

CIDADANIA. Movimento de familiares das vítimas da Kiss lembra dia 27 participando do “Amor no Cabide”

kiss cabideNeste domingo, 27 de julho, lembra-se exato ano e meio da tragédia da Kiss, que matou 242 meninos e meninas, num verdadeiro massacre ainda sem condenação alguma. A cada mês, familiares das vítimas promovem uma programação capaz de impedir o esquecimento e, ao mesmo tempo, lembrar a necessidade de Justiça.

Um dos grupos, o Movimento do Luto à Luta, neste 27, está se inserindo numa campanha muito bonita, a do “Amor no Cabide”. Saiba como isso acontecerá e a forma como você também pode participar, no material enviado pela organização. Ah, e de inhapa também fica sabendo exatamente o que é o “Amor no Cabide”. A seguir:

Movimento do Luto à Luta arrecada doações para Amor no Cabide

O Movimento do Luto à Luta, com seus apoiadores, tornou-se parte essencial da campanha Amor no Cabide em Santa Maria. A tenda localizada na Praça Saldanha Marinho, que serve de vigília para familiares de vítimas e sobreviventes da tragédia da boate Kiss, passa a ser, também, um ponto para recebimento de doações para a campanha.

No próximo domingo, dia 27 de julho, durante as atividades realizadas mensalmente pelos integrantes do Movimento, será realizada uma mateada com plantio de flores e recebimento das doações para o Amor no Cabide. Voluntários ajudarão a distribuir o que for doado, abastecendo os pontos já existentes e criando outros.

Qualquer pessoa pode colaborar doando roupas, cobertores, calçados, meias, luvas, mantas ou toucas. As plaquinhas que identificam os pontos da campanha serão impressas pela Sedufsm – Seção Sindical dos Docentes da UFSM, para serem plastificadas e distribuídas pelos voluntários. Lojas da cidade doaram cabides para a campanha e agências de publicidade colaboram na confecção de material gráfico.

O quê: Ação do Amor no Cabide

Quando: dia 27/07, das 10h às 18h

Onde: Tenda da vigília, em frente ao Banrisul, na Praça Saldanha Marinho.

Iniciativa: Movimento do Luto à Luta

Apoiadores: Ong Para sempre cinderelas, AVTSM (Associação dos Familiares de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria), GT Ações por Santa Maria, Condor Instituto de Psicologia e Pesquisa, Sedufsm (Seção Sindical dos Docentes da UFSM).

Entenda a campanha – O Amor no Cabide surgiu em Porto Alegre, pela iniciativa de três jovens amigas. A campanha consiste em espalhar cabides com doações de agasalhos pela cidade. Conta com bom senso de todos para que apenas quem precise se aproprie das roupas penduradas. A campanha rapidamente se espalhou por várias cidades brasileiras. Em Santa Maria, são várias pessoas e entidades trabalhando para espalhar a ideia.

Para saber mais sobre o Amor no Cabide:

www.facebook.com/amornocabidesm

www.amornocabide.com.br

https://www.facebook.com/amornocabidepoa

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo