NÃO CUSTA LEMBRAR. O dia em que a Irmã Lourdes perdeu as estribeiras e colocou a ‘boca no trombone’

Confira a seguir trecho da nota publicada na madrugada de 17 de julho de 2013, quarta:

ÁUDIO EXPLOSIVO. Irmã Lourdes: prefeito “se esconde atrás da moita, protege o seu grupo e…

O que você leu no título desta nota é apenas uma parte da explosiva manifestação da irmã Lourdes Dill, que tomou a palavra nesta terça, durante reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social do Rio Grande do Sul. Ela faz parte do chamado “Conselhão”.

Irmã Lourdes, que coordenou o maior evento realizado no ano em Santa Maria, com duas centenas de milhares de pessoas no Terminal de Comercialização Dom Ivo Lorscheister, para participara do Fórum Mundial e da Feira Mundial da Economia Solidária, demonstrou sua indignação com o que está acontecendo na boca do monte.

Diante de uma plateia atenta, com dirigentes empresariais, sindicais, representantes da sociedade civil e do próprio governador Tarso Genro, ela, definitivamente, não poupou adjetivos…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI

PASSADO EXATAMENTE UM ANO da publicação da nota, se a coordenadora do Projeto Esperança/Cooesperança tinha ou não razão, a história é que vai contar. Mas o fato é que o dito pela Irmã Lourdes no Palácio Piratini estava na boca de muita gente. Mas muita, meeeesmo. E ela disse.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *