CampanhaEleições 2014PesquisaPolítica

PESQUISA. Vox Populi também mostra diferença de 4% pró-Dilma, na disputa com Aécio pela Presidência

Dilma livra vantagem de 4% sobre Aécio, conforme a pesquisa do instituto Vox Populi
Dilma livra vantagem de 4% sobre Aécio, conforme a pesquisa do instituto Vox Populi

A única diferença, vamos dizer assim, entre a pesquisa do instituto Vox Populi, divulgada há poucos minutos pelo Grupo Record (que a contratou), em relação à do Datafolha (lei a nota publicada imediatamente abaixo desta) é a data da coleta de dados. Enquanto uma fez todas as suas entrevistas hoje, segunda-feira, o Vox ouviu 2 mil eleitores em 147 municípios brasileiros ao longo do final de semana.

Mas o fato é que ambas apontam a petista Dilma Rousseff com 52% da preferência do eleitorado (nos votos válidos), contra 48% do tucano Aécio Neves. Seria um empate técnico, dada a margem de erro de 2% para mais ou para menos. Para mais detalhes, acompanhe o material (texto e foto) originalmente publicado pelo R7, o portal do Grupo Record. A seguir, um trecho:

Vox Populi indica Dilma à frente de Aécio, mas empate técnico persiste

Pesquisa do Instituto Vox Populi, encomendada pela TV Record, Record News e R7, divulgada nesta segunda-feira (20) indica que a presidente Dilma Rousseff (PT) permanece numericamente à frente do senador Aécio Neves (PSDB) na corrida à Presidência da República, mas o cenário ainda é de empate técnico entre os candidatos.

Dilma aparece com 46% das intenções de voto totais e Aécio registra 43% da preferência do eleitorado. Em relação à semana passada, os dois candidatos oscilaram dentro da margem de erro da pesquisa — de 2,2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

No último levantamento Vox Populi, Dilma registrou 45% e Aécio somou 44%. A pesquisa divulgada hoje aponta que brancos e nulos são 5%, e eleitores indecisos somam 5%

Considerando apenas os votos válidos, ou seja, descantando-se brancos, nulos e eleitores indecisos, Dilma aparece com 52% enquanto o tucano soma 48%. É com esses números que o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) chega ao vencedor da eleição. Também há empate técnico.

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. Único problema é que, se a margem é 2 e pouco e existe empate técnico, a diferença é 2 e não 4. Considera-se que os indecisos podem votar num ou noutro. Mas o petista interior do editor explica muita coisa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo