ComportamentoCrônica

REFLEXÃO. Luiz Carlos Nascimento da Rosa e o que significam, inclusive com luzes, o Natal e o Ano Novo

“… ler os grandes poetas gregos nos deparamos com sua fantástica mitologia. Os infindos deuses gregos representam os diferentes sentimentos humanos, seus medos, anseios, esperanças e sua concepção de mundo, esta determinada por suas condições históricas (material e espiritual).

Ao passear pelo centro de Santa Maria e deparar-me com a multiplicidade de luzinhas e adereços fui possuído de um leve e bom sentimento e dei-me conta que fazia uma bela e agradável viagem em minha memória afetiva. Tenho amigos que desgostam desse período do ano, pois se tornam taciturnos, tristes e melancólicos. Ao contrário desses amigos, nesses dias de nosso gregoriano calendário me deixam leve, alegre e, com mais intensidade, aflora minha essência amorosa, solidária e generosa…”

CLIQUE AQUI para ler a íntegra do texto “Reflexões em tempos de nascimento de um novo ano”,  escrito por Luiz Carlos Nascimento da Rosa, professor do Departamento de Metodologia do Ensino do Centro de Educação da UFSM. O texto foi postado há instantes, na seção “Artigos”. Boa leitura!

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo