Claudemir PereiraInternetJornalismo

DO FEICEBUQUI. O fantástico libelo contra o racismo. E cuidados com aplicativos que podem levar à violência

O editor tem publicado observações curtas (ou nem tanto) no seu perfil do Feicebuqui que, nem sempre, são objeto de notas aqui no sítio. Então, eventualmente as reproduzirá também para o público daqui. Como são os casos desses textos, que foram postados na rede social nos últimos dias.

“SÓ EXISTE UM TIPO DE GENTE: GENTE”

Fala, Scout:

– Não acho, todo mundo tem de aprender, ninguém nasce sabendo nada. Walter é muito esparto, ele só está atrasado porque tem de faltar às aulas para ajudar o pai. Não há nada de errado com ele, Jem. Não, Jem, eu acho que só existe um tipo de gente: gente”.

SAMSUNG CAMERA PICTURESEis, aí, uma rala amostra da pequena (grande) obra prima de Harper Lee, “O sol é para todos” (imagem ao lado), um verdadeiro libelo contra o racismo. Narrado por uma menina de sete para oito anos, a Scout, é um romance raro, publicado em 1960 e com a história se passando (se percebe num único instante, a folhas tantas) em 1935, no Sul dos Estados Unidos.

Foi minha leitura pascal, que me emocionou demais. Um empréstimo, mais um, do querido Armando Ribas (o pai), que tem me proporcionado oportunidades incríveis de chegar a obras de outra forma impossíveis de alcançar.

EM TEMPO: o livro está pra lá de esgotado. Talvez você o encontre em sebos. Talvez.

ATENÇÃO, PAIS E AUTORIDADES

Um aplicativo para celular (Kiwi) é utilizado para mensagens inocentes, mas serve para adolescentes (e quem sabe adultos também) ameaçarem fisicamente outros. O “bom” da coisa é que os usuários são anônimos, facilitando a covardia.

As imagens são exemplos reais. E, claro, a identidade está preservada, por óbvia medida de segurança. Temos (pais e autoridades) que prestar atenção.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo