EconomiaSanta Maria

NÃO CUSTA LEMBRAR. Se esboçava a opção pela Defesa como setor prioritário para o desenvolvimento

Confira a seguir trecho da nota publicada na noite de 24 de abril de 2013, quinta:

SANTA MARIA. Polo de Defesa fixa objetivos, ouve a BASM e define programação de seminário internacional

Não foi apenas isso, claro. Mas a reunião da tarde passada, do Polo de Defesa de Santa Maria, na sede da Cacism, também permitiu a definição do que será debatido no I Seminário Internacional de Defesa, entre 17 e 19 de novembro.

Entre os objetivos fixados pelos integrantes estão, por exemplo, a ampliação do número de empresas da cidade no setor de defesa e segurança e a consolidação do Santa Maria Tecnoparque como provedor de soluções para o setor.

Um punhado de integrantes do Polo, inclusive o comandante da Base Aérea (que apresentou suas demandas) e o prefeito Cezar Schirmer, participou do encontro, como relata o material produzido e distribuído pela…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI

PASSADO EXATAMENTE UM ANO da publicação da nota, agora já é possível perceber que estava começando a se consolidar, ali, a intenção (talvez intuitiva e não de caso pensado) de fazer da Defesa o setor preferencial para desenvolver a economia da cidade.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo